sábado, 23 de janeiro de 2010

O HOMEM QUE EMBIRRA COM AS NÚVENS


Este espesso tapete que cobre a ilha
Arrocha-me a alma, em sobressalto
É pronúncio de mil calamidades
Um negro manto plantado a alto

Sopro no vazio da incerteza
Esta calmaria orvalhada parada no tempo
Esta ansiedade sem ordem para ser ansiada
Este medo inquietante neste momento

Lancei meu grito no vale dos milhafres
Toquei meu tambor de toque que some
Vesti as vestes berrantes de espantalho
Para limpar do céu este negrume

Como pode haver amor no ar?
Como podem as flores vestirem-se de cores?
Como podem ser felizes os pássaros?
Como pode a vida ganhar novos sabores…?

Se este céu nublado continuar assim
Se esta dorida dor continuar cravada em mim
Se este andar de rumo incerto cravado em meu caminhar
Um dia encontrará um princípio sem o fim?

Com estas malditas nuvens, duvido!
Hoje percorri a ilha toda na procura de uma réstia de luz
Onde pára o verde, aquele verde esperança
Onde param as hortênsias que me fazem feliz?

A fruta não medra sem sol
Meu pé de laranja lima esqueceu-se de florir
Um melro negro poisou no basalto negro
Zombou de mim e voou no partir

Invejei-lhe as asas
As penas que colhi na vida não têm cor
Será que o seu cantar na madrugada
É singelo chamamento para o amor

Mas como posso eu amar alguma coisa?
Moinhos de vento que sopram a norte
Velas de barco na dança de salgadas ondas
Redes lançadas na procura da sorte

Cavalos-marinhos, tempestades medonhas
Quantos dores perdidas na tua alma tens?
Todas geradas debaixo deste negro manto
Mesmo sobre a cabeça…Deste homem que embirra com as núvens…

77 comentários:

Tété disse...

Olá Profeta!
Voltei mais uma vez para saudar a sua poesia.
E porque é que o homem há-de embirrar com as nuvens?
Não fazem elas parte do universo? Não são elas que mesmo tapando o sol o fazem brilhar mais quando desaparecem?
Espero que tudo esteja bem consigo e fiquei feliz por, se não for a primeira, ser desta vez das primeiras a chegar ao seu cantinho.
Grande abraço, boa semana e faça por ser feliz.

Sunshine disse...

Até os profetas têm dias em que perdem o caminho para o seu lugar secreto, aquele onde não mora a incerteza. Hoje,não vistas as roupas de espantalho, hoje simplesmente segura uma pedra numa mão, olha o céu. O que vês?
beijo

ursinha disse...

Oi Profeta..
Nossa eu fico vendo !!
Como é facil ser feliz nas fantasias de nossas palavras nos tornamos tão ou o bastante forte para tudo..

beijos de mel com saudades
ursinha

Crista disse...

Profeta...boa noite!!!
Não calculas como gosto de te ler!
Um beijo tão gostoso como é meu gostar pelo que escreves!
Carinhosamente...

Larissa disse...

Voltando aos seus versos, e à sua forma de enxergar e transmitir as coisas. É sempre bom.

Reflexo d Alma disse...

Pois então Profeta..
ha dias assim...
são prenuncio,
de esperanças que guardadas
mesmo que a sete chaves
como que por milagre
serão inteiramente reveladas, deixando-se ver.
Ha tempo para tudo
ate para se embirrar com as nuvens.
Adoro tua escrita
que chega em delicias
como carinho do bem querer.
Saudades tuas...
Bjins entre sonhos e delírios

Juliana. disse...

Com os pés nas nuvens, literalmente..rs

Bjos e sempre lindas palavras Profeta!!

luar perdido disse...

As negras nuvens como gritos de basalto erguem-se quais espadas de dor na alma ansiosa pelo calor, pela luz, pela cor de uma simples réstia de sol.
Mas há sempre um profecia no ár; Profeta - As hortensias, as lagoas, o verde, o azul, o encanto, a pureza estão no coração de cada homem que, como tu, se atreve a embirrar, de quando em vez, com as nuvens.
Beijo doce de luar

claudete disse...

Nuvens e madrugada motes sugestivos pra mentes criativas e sonhadoras..Mergulhar neste universo infinito é navegar e encontrar certeza para a incertezas que cerceiam a vida. Abraços ,semana feliz pra você.

ney disse...

Nunca temos todas as respostas, mas vale a poesia que então se cria e nos encanta a vida. E talvez essa busca e aprendizado seja o sentido de tudo, um jeito de nos tornarmos eternos.
Cecilia Meireles nos diz em MURMURIO:
"Traze-me um pouco das sombras serenas, que as nuvens transportam por cima do dia! Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares, que a noite sustenta no teu coração! A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.

Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
- Vê que nem te digo - esperança!
- Vê que nem sequer sonho - amor!"

Juliana Paez disse...

Olá Profeta!!

Seus poemas sempre nos transmitem algo bom, algo que nos emociona, nos intensifica.

Lindo texto!!

Bjo grande da JU

Luz da Lua disse...

Meu querido Poeta/Profeta,Não deixes que o cinza do inverno te faça gostar somente do colorido do verão, existem outras estações com seus encantos .O negro das nuvens é sempre amedrontador ,mas o sol fica sempre tão mais brilhante depois das tempestades ...Tenhas uma ótima semana, cheia de sol e não te embirres com as nuvens.Beijo grande, cheio de carinho e admiração.

Natália disse...

Grande profeta... Meu poeta!
Estive ausente, mas doente de saudades daqui. Desse cantinho de céu e de VC anjo meu.
Linda tua poesia, aliás, como tudo que faz.
P.A.R.A.B.É.N.S P.R.O.F.E.T.A!

ellen disse...

Profeta,
não é só este homem que embirra com as nuvens...
esta mulher também rssssssssssss
lindo poema e estou farta de chuva e mais chuva.

Vai-te embora ó Satanás e para bem longe com as nuvens voares!!!

Beijinho

Isa disse...

Meu Poeta,de quem tanto gosto,cujas palavras me ajudam,tantas vezes,a ver
o Belo,a ouvir o Mar lá bem longe...
Saudades de ti.
Beijo.
isa.

Sônia Silvino disse...

Profeta, meu poeta!
É sempre muito bom te visitar!
Bom domingo!
Abraços!

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
A inspiração anda à solta...adorei belo poema.

Se este céu nublado continuar assim
Se esta dorida dor continuar cravada em mim
Se este andar de rumo incerto cravado em meu caminhar
Um dia encontrará um princípio sem o fim?

Muito lindo

Beijinhos
Sonhadora

Fabi Paranhos disse...

Vim conhercer-te também.
Bela poesia, parabéns!

Sigo-te.
Beijo

Claudia Perotti disse...

Estava com saudades de ler teus versos tão queridos!

Beijo-te, poeta!

Hanah disse...

Belissimo...

Saudades de te ler...
Sempre um suspiro de vida para um ser.

grata ;)

Boa Semana para ti

viajantes disse...

Gostei muito Profeta!
Um abraço.

Fernanda disse...

Um belo poema que sabe do que fala e se deixa ler... belo sem deixar de ser natural... parabens

walter disse...

Sem sombras... claramente, para mim entre o mais denso que já escreveste.
Parabéns ilustre operário do canto belo!

Continuação de um bom domingo
Abraço

Nina da Cidade disse...

"Se este céu nublado continuar assim
Se esta dorida dor continuar cravada em mim
Se este andar de rumo incerto cravado em meu caminhar
Um dia encontrará um princípio sem o fim?"

Se for para magoar, se for para rumares sem destino traçado, para que interessa o fim?

Beijo muito terno...

helia disse...

"Será que o seu cantar na madrugada
É singelo chamamento para o amor?"

Acreditemos que sim ...
Lindo Poema!

segredo disse...

Profeta,
Vir ao teu espaço é certo e sabido k vou sair encantada com o k escreves... Com ou sem nuvens ou com homem k embirra ou nao;)
Beijinho de lua*.*

sunny disse...

cada pregunta es una respuesta
que la luz te acompañe!

Laurinha disse...

Poema bonito de se degustar, como tudo o que escreve. Sua caligrafia emocional e sensibilidade com as palavras colocadas, me entusiama e me fascina.

Pronto! Me declarei...rsrs

Beijos

Fa menor disse...

Quando as nuvens são negras e espalham sobre a terra o seu manto impiedoso até o nosso peito se sente de negro.

Bjos

Graça disse...

Há dias em que é difícil, sim, afastar as nuvens...

Mais um lindo poema, meu querido... ou sou eu que gosto sempre :).


Um beijo imenso de carinho.

FOTOS-SUSY disse...

OLA PROFETA, BELISSIMO POEMA...ADOREI LER TAO BELOS VERSOS...VOTOS DE UMA FELIZ SEMANA!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

As nuvens quando se afastam, mostram um céu completamente diferente.
Todeas as estrelas mudam de posição, a lua vai mais alta ou o sol mais baixo.

É preciso acreditar nas mudanças.
Que elas tragam tranquilidade e paz a alma.

Beijo, delicado amigo

Nova Civilização disse...

lindo ... mais uma vez lindo. O amor nos leva a longe e faz cair todas as barreira!

beijinhos,

Gisele

Roberta Câmara disse...

olá!! boa semana
obrigada pela visita no blog
*-*

Lethéia disse...

Oi!! Parabéns...adorei..intenso parecese comigo quando saio meio sem rumo pelas ruas ..doido né rs beijo

yara b . disse...

estamos de volta? :)

ONG ALERTA disse...

A vida nos proporciona cada momento mágico de aprendizado, muita paz.

Guidinha Pinto disse...

Provérbio chinês, escreveram. Não sei se é, mas é para si esta frase:
"Jamais se desespere no meio das sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda."
Que tal?
Fique bem.

manuela baptista disse...

as ilhas são assim, Poeta!

perdem-se nas nuvens
que teimam em afagar-nos a cabeça

e nem o seu pé de laranja lima lhe conta uma história de encantar?

um abraço

(com votos de um anti ciclone que as varra, às nuvens)

Manuela

Baila sem peso disse...

Estas nuvens trazem tanto frio...
que se passa contigo profeta poeta?
lanças aos céus um desafio
será que algo te inquieta?

pois...no ar custa a encontrar
amor só nos serve, no teimar chorar...
pode ser que o verde caminhe escondido
ande por aí perdido
e não tarde em chegar!

Meu beijo ainda com esperança

Lana Caprina disse...

Adorei :) cada letra, cada sentido. Tudo. BRILHANTE!

Mulher na Polícia disse...

Profeta emburrado...

Sei do profeta Jonas que vivia emburrado e foi engolido por um peixe na Bíblia. Só que Jonas fugia de Deus. E você? Tá fugindo de quê?

Da polícia não é porque foste me visitar... rs rs rs

Obrigada!

Shakti disse...

Gostei de voltar aqui...

bj

MEU DOCE AMOR disse...

Também embiro com as nuvens,mas c o muito mais coisas.

Não sei as respostas.Talvez o toque do tambor ajude e o iar dos milhafres.

Muitas dores perdidas nas alma,umas enconro,outras não.

Não sei...talvez longe daqui

Beijinho doce

MEU DOCE AMOR disse...

Erros...mas não me apetece corrigir

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!

e eu mulher que também embirra com nuvens e afins...

E qt ao cavalo marinho, um À-pai! Já que é o único macho que dá à luz!


beijinhos

disse...

Olá !
Lindissima a poesia !

Voce escreve muito bem, adoro ler aqui :)

beijos!

Tatiana disse...

Belíssimo... Como sempre!
*
Hoje comemorando o aniversário do blog de um amigo, estou fazendo parte da blogagem coletiva proposta por ele.
Por isso contei em meu blog uma história que marcou a minha vida.
Quando puder passe para ler, deixar a suas palavras e quem sabe participar também!
Um beijo carinhoso

Mariazita disse...

Há dias de sol, há outros de chuva, há dias com nuvens, e outros com frio.
Mas quando não há sol a alma tirita de frio, e apetece mandar o manto das nuvens para longe...

Beijinhos
Mariazita

Feliz 2010 da Dri! disse...

Olá "profeta" =) Passei p ver seus versos, agradecer pelas palavras q deixou em meu blog e tbm te desejar a paz! =))

Bjs no coração!

gaivota disse...

'arrocha-me' a alma quando vejo injustiças e pássaros a quem cortam as asas... e não conseguem mais voar para além das nuvens!
beijinhos

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Profeta,

Gostei muito de vir aqui e ler esta sua rica e sensível poesia, que demonstra uma batalha em busca do amor. São indagações e indignações de quem busca o amor, de quem quer amar e ser amado.

Muito bonita...

Beijos e obrigada pela visita e o trecho dessa sua poesia que só poderia vir de quem sabe o que amor.

Ana Lúcia.

Estrela. disse...

Olá meu poeta querido...
É sempre bom ler suas palavras, e fico feliz quando aprece la no meu, obrigada pelos versos ....

um grande abraço !!!

Caterina disse...

Ci sono nella vita dei momenti nuvolosi, inquietanti quando dobbiamo gridare. Senza sole - come scrivi - non matura neanche il frutto. Abbiamo bisogno di sole, di sorriso,di fiori, di felicitá, di amore.
É bellissima la tua poesia come sempre.
Ti invio bacini pieni di sole

Lidia Ferreira disse...

Eu vim aqui hoje agradecer,
Pois ontem eu fiz 5.000 visitas em nove meses e cause 1000 comentários
Vim agradecer seu carinho e paciência, vim agradecer seus comentários
Agradecer sua ajuda, agradecer suas dicas, vim agradecer seus selos e mimos, e obrigada por me deixar fazer parte do seu mundo.
Algumas pessoas podem pensar que a palavra “Amiga (o)” não deveria ser usada nos blogs já que não nos conhecemos pessoalmente, então parei e pensei o que significa essa palavra?
“Amigo” e aquela pessoa que você conversa ,que você se preocupa e ela com você, na qual você tem um carinho especial, e que você conta com ela, e ela sabe que pode contar com você, amiga te faz rir e chora com você, amigo torce e te ajuda nas lutas, e fica feliz em saber que você esta conseguindo realizar seus sonhos.
Então, e isso que sinto por você.
Você realmente e um amigo querido
Sinceramente aceitei o meu agradecimento
Obrigada por tudo
Lidia
Ps- venha pegar seu selo e ver minha homenagem a voce

Carmem L Vilanova disse...

Lindo Profeta, Mestre das Palavras... adoro ler-te!
Beijos, flores e muitos sorrisos!

Ana disse...

Muito lindo mesmo...

Jaqueline Sales disse...

Em alguns trechos da minha vida, embirrei com as nuvens. Talvez esta seja a caracteristica mais humana dos caminhantes.

Namastê

Isabel José António disse...

Olá Amigo Profeta,

Muitos parabéns por teus versos, sempre vibrantes. Muito lindos.

Trazes palavras e estilos
Erigidos nas paisagens
Passam brisas nos mamilos
Das montanhas em viagens

E sussuras nos meus ouvidos
Palavras suaves, vibrantes
Que visitam os seres queridos
Que nos estão empre presentes

Eis-me aqui nesta demanda
Sempre pronto para partir
Em busca de quem sempre anda
Na vida a querer o SER ouvir

Um abraço

José António

PS.:
Já actualizámos todos os nossos blogues. Se os quiser visitar, sinta-se convidado...

AB disse...

Gostei.
Beijinho.

Claudinha ੴ disse...

Ah, profeta... As respostas, meus amigo, estão voando com o vento...

ErikaH Azzevedo disse...

Embirras com as nuvens que escondem o sol que brilha no teu peito, faça-se chover aí dentro, limpa o céu do teu peito com o mais puro de todos os sentimentos...Deixa-te amar, sem dor..sem ressentimentos.

um beijo de quem passa e gostou deste mundo de sentires.

Estou a te seguir.

Erikah

Branca disse...

Olá :)

Como eu te entendo, ou melhor acho que percebo o que escreveste... :P

Existem dias em que também embirro com as nuvens (e outros dias em que procuro as pinturas esculpidas pelo vento nelas...)

Mas, estou contigo, vamos lá embirrar com elas hoje, também me apetece! Queres companhia para embirrar com elas?

Fica bem,
Beijinhos :)

Selma Demiciano disse...

Olá meu querido companheiro!

Fazia tempo que não te visitava, mas agora voltarei sempre!
Sinto falta de você no meu espaço!
Suas palavras são sempre lindamente escritas... me faz viajar contigo!
Adorei a poesia...
Queria poder fazer este homem enxergar a beleza que há em olhar as nuvens e assim brincar de imaginar desenhos nelas...

Beij♥s

rosa-branca disse...

Olá amigo, há dias assim em que queremos um pouco mais de calor e logo vem uma nuvem e estraga tudo. É só ter um pouquinho de paciência e o Sol voltará a brilhar. Beijos

Aquarela disse...

EMOCIONO-ME SEMPRE COM OS SEUS POEMAS... PRENUNCIOS DE AMOR E DOR, ALEGRIA E DESALENTO... PRENUNCIOS DE UMA ILHA QUE DESCONHEÇO MAS QUE JÁ AMO... PELO QUE ME TRAZ DELA NAS SUAS PALAVRAS!

ABRAÇO
ANA CLAUDIA

Kenia Chan disse...

Sua alma...
Muito me ancanta...
Sua poesia pode virar música...
Pode virar vida...

Maria disse...

CHEGUEI...

TÃO TARDE QUE FICO SEM PALAVRAS...

ESTOU FELIZ AQUI, NESTE CANTINHO ONDE A IMAGINAÇÃO VOA...


:)) MÁGICO ABRAÇINHO.

L. disse...

Lindas palavras.. como sempre.

beeejo ;*

Maria Carmo disse...

Excelente esta "cavalgada" contra a nublosidade que impede a cor de explodir à luz livre do Sol!

Também postei hoje, conto com a sua visita? Um abraço,

Maria Carmo

Belkis disse...

Por muy larga que sea la tormenta, el sol siempre vuelve a brillar entre las nubes. Un saludo cariñoso

Analuka disse...

Até o poeta que embirra com as nuvens haverá de reencontrar o azul-cobalto dos céus e mares em sua constante re-composição, o verde-esmeralda ou verde-água ou verde-limão nos brotos de esperança de sua alma sensível, o lilás-azulado das hortênsias em seus sonhos mais secretos!!! Como são bonitos teus escritos, caro Poeta! E mui charmosa tua página, sempre. Mesmo quando estás embirrado, consegues compor com delicadeza, e construir castelos de letras. ABraços alados!!!

Michelle Nazar disse...

Que as nuvens lhe façam mais forte e mais sensível a tudo que é belo e nos faz crescer! Texto lindíssimo! Parabéns :)

BEL disse...

Olá
lindo poema.

beijos

bel

Juliana Mendes disse...

as nuvens brincam com o core draw todos os dias, e a gente nem repara...
=/

Ale Danyluk disse...

As chuvas permanecem varrendo os bons presságios infelizmente e literalmente...
Mas vamos ter o desprendimento de nos distanciarmos de tudo isso e nos tornarmos a maior estrela...
O sol presente em nossas vidas em nossa alma e não haverá birra que resista

Beijo doce profeta.

... disse...

Muito bom!

veja meu blog