sexta-feira, 27 de agosto de 2010

ÁGUA


Desceu do celeste pela noitinha
Veio em gotas de puro cristal
Matou a sede a um deus bom
Aspergiu e afugentou o anjo do mal

Matou-me a sede a mim
Lavou da minha alma as dores
Rasgou a terra na procura do mar
Abençoou o eclodir de mil flores

Aprisionou-me olhar
Em sua magnética visão
Tomou-me de assalto o corpo
Molhou-me o querer até ao coração

Eterna é esta água
Eterno é o mar que adormece na areia
Eterna é a noite em seu orvalhado pranto
Será o choro da Lua cheia?

Entrei neste molhado mundo
Desejei para sempre lá ficar
Senti-me pássaro em azul profundo
Planei, sorri neste voar

Um vermelho peixe olhou-me de soslaio
Um golfinho parou, pareceu-me sorrir
Rodopiou à minha volta
E decidiu partir

Subi à tona, estava plano o mar
Dançava alegre uma gaivota
Olhei perplexo à minha volta
Não vi terra, nem desenho da costa

Nadei em furiosas braçadas
Sem rumo, sem frente no adiante
Nesta louca e alucinante viagem
Duvidei de querer descobrir o avante

Só, sou ilha plantada no Oceano
Açoitada por ventos de paixão
De manto verde me deito em seu colo
Esperando descobrir na bruma o rosto da contradição

Descobri uma singela e simples coisa
No meio daquilo que pensei ser mágoa
Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua...

54 comentários:

Isa disse...

Mais um lindo poema,meu querido Poeta e Amigo.
O oceano,a água,o encanto das palavras,a doçura das imagens!
Beijo.
isa.

Sandrinha disse...

Unico, lindo, profundo...

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta
Mais um belo poema, com cheiro a mar.

Descobri uma singela e simples coisa
No meio daquilo que pensei ser mágoa
Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua...

lindo.

Beijinhos
Sonhadora

Glória disse...

Linndo!!!

Não idealizamos seres iluminados assim... Você também é real!


Fernando Pessoa, Profeta também.rs

Que voz vem no som das ondas
Que não é a voz do mar?
E a voz de alguém que nos fala,
Mas que, se escutarmos, cala,
Por ter havido escutar.

E só se, meio dormindo,
Sem saber de ouvir ouvimos
Que ela nos diz a esperança
A que, como uma criança
Dormente, a dormir sorrimos.

São ilhas afortunadas
São terras sem ter lugar,
Onde o Rei mora esperando.
Mas, se vamos despertando
Cala a voz, e há só o mar.

Beijos

SILVIA disse...

Como agua clara y limpia llegan tus versos. frescos y puros. ¡Genial! Un abrazo!!!

Vivian disse...

...mágico!

sim...poeta

mágico sentir!

beijos desde um Brasil
de noite amena!

gaivota disse...

numa lágrima de sal do nosso oceano, em palavras lindas como sempre!
na 3ª feira e por 3 dias, no H.Vilanova, em ponta delgada
pode ser que calhe beber um chá...
beijinhos

Maria disse...

Lindíssimo poema como sempre, a sua sensibilidade deixa-me sempre encantada. A água é a fonte da Vida e está divinalmente retratada no seu poema.
Bom fim-de-semama
bjs do tamanho do infinito
Maria

RosanAzul disse...

"Descobri uma singela e simples coisa
No meio daquilo que pensei ser mágoa
Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua..."
Belíssimo poema...
Parabéns,
meu carinho,
ROsana

PRECIOSA disse...

Parabéns Poeta...passei para conhecer seu blog. Deparei-me com essa linda poesia...
Te sigo com carinho
Preciosa Maria

Salete Cattae disse...

Que poema lindo! Não sei nem o que dizer...acho que vou ficar e sentir essas palavras maravilhosas!

Bjs

Sonia Pallone disse...

Linda fusão de imagem e palavras. Bjs.

luar perdido disse...

Água; O eterno elemento, a essencia da vida. Água; a pureza da alma, a linguagem do olhar em lágrimas de paixão ou dor. Água; a expressão máxima das ilhas de verdes fragrancias, onde as gaivotas perdidas se deleitam em brandos voos. Água; o incomensuravel e omnipresente elemento do jogo da triologia - Fogo que aquece, Ar que purifica, Água que dá vida.
Bela esta tua Água que jorra sempre das tuas mãos!

Beijo de luar

alegria de viver disse...

Olá querido

Muito obrigado pelo lindo poema, é uma alegria quando me visita.

Com muito carinho BJS.

LopesCa disse...

Uma bonita homenagem ao ser feito de água :)

SAM disse...

Magnífico querido poeta!


"Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua..."

Pura emoção!

Beijos com carinho.

Confesso disse...

Obrigada pela visita, minha dor ao ler seu poema ficou menor... Perdas são dolorosas, amigos são alegrias...

Beijos confessos...

HSLO disse...

Amigo,

obrigado pela poesia linda deixada em meu blog e logo no dia do meu aniversário...muito obrigado mesmo.
Foi um presente de luxo.

abraços

DE MÃOS DADAS disse...

Já há tanto tempo que não sentia o sabor desta brisa poética.
Abraço grande
Utilia

Caterina disse...

Ciao carissimo Profeta,
sono felice di ammirare l'immensa bellezza della tua poesia. Io adoro l'acqua in tutte le sue forme.(ammirare le varie forme, bere, nuotare:))ecc. É eterna come dici.L'ultima strofa mi pare fantastica.
Ti invio baci e abbracci e buona domenica

gaivota disse...

não tenho teu contacto, profeta, logo se vê!
pode ser aque aconteça um "encontro"!!!
beijinhos

gota de vidro disse...

Bonito poema

Beijo da gota

Serenidade disse...

A pureza de uma lágrima está na sua fonte, independentemente da sua composição.

Belo poema

Michelle Nazar disse...

Adorável vir aqui e poder levar comigo tanta sensibilidade e elegância! Obrigada por isso! Abraços ;)

MEU DOCE AMOR disse...

Um ser de água, passará a ser cristalino?

O orvalhado pranto é o choro da Mãe.

Beijinho doce

AFRICA EM POESIA disse...

O Profeta

Foi Bom esta lágrima abrir a porta para nos visitares.
tinha saudades


um beijo

AFRICA EM POESIA disse...

O Profeta

Foi Bom esta lágrima abrir a porta para nos visitares.
tinha saudades


um beijo

euemmim disse...

Oi PROFETA POETA....

Belissímo poema!

Esta desordem das palavras...faz com que se estabeleça a mais perfeita ordem...significativa demais!

bjos PROFETA!


Zil

Fátima disse...

Oi Profeta,
Soberbo poema! me fizeste viajar nessa infinitude de àgua, em tuas belas palavras.

Beijo meu

Rose disse...

O elemento água torná-se mais uma belíssima fonte inspiradora para ti.
Sempre encantador doce poeta! Beijos

Luz da Lua disse...

"Que depois de separar o sal de uma lágrima
Ficou este ser feito de...Agua..."

Amigo Profeta, pelo que escreves és um ser de luz, que irradia diariamente esta coisa linda que sentimos todos ao te ler.Estarei visitando teu Pais no proximo sabado.Pra ti grande beijo e ótima semana....obrigada pela tua visita e pelos fragmentos de teu poema em meu cantinho.

TITA disse...

Poeta,que mergulho na beleza dou eu ao vir aqui.Vou banhar-me de novo.Obrigado.

Insana disse...

Me afoguei ...

bjs
Insana

Xanele disse...

vim conhecer e adorei
beijos Xan

Maria José disse...

Lindas palavras. Linda imagem. Parabéns. Beijos.

Saozita disse...

Lindo poema, muita sensibilidade e musicalidade nas palavras.

Boa semana

Bjs

Sãozita

Sonhos & melodias disse...

Lindo poema e como sou do elemento água, fiquei extasiada. Maravilha de sensibilidade com as palavras.
Bjs

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Amigo como prometido é devido, aqui estou eu para deixar aquele abraço carinhoso em seu coração, e desejar tudo de bom que a vida tenha para te oferecer.
Beijinho de luz e paz

Claudia disse...

meu querido, voltei. depois de mais de um ano, tive de voltar :)

e mudei a casa, mas a hospitalidade é a mesma :)

Espero que esteja tudo bem. é bom ver que continuas aqui.

manuela baptista disse...

e a maior parte de nós

é água...

um abraço, Profeta!

manuela

Alma Inquieta disse...

Olá,

passo para dizer-te que não saberia viver sem os meus amigos.
Para ti, que fazes parte deles, vai o meu carinho e o meu agradecimento em forma de palavras escritas no meu blog. A acompanhá-las há um presente feito especialmente para ti...
Visita o meu Estados de Alma e verás...

Um beijo.

Gypsy disse...

Meu querido e doce Profeta,
Somente um profeta alquimista poderia apagar a magoa duma lagrima separando o sal da agua.
Excelente!
Bjo

Dilean de Bragança disse...

Deu saudades vim pegar um pouco de oxigênio em suas doces palavras! Faz tanto bem!!!!!


MEU CARINHO E AFETO SEMPRE!

Bjus meus.

Patrícia Telles disse...

Poemas repletos de sensibilidade, como sempre! Felicidades...

Beijo

Pedrasnuas disse...

BENDITA ESSA ÁGUA...

DOCE BEIJO

Pedrasnuas disse...

BENDITA ESSA ÁGUA...

DOCE BEIJO

Maria Dias disse...

Quanta vida nesta água... Vê como um Poeta é livre?Sorte tua seres um, pois pode ser o q desejar!

Graça Pereira disse...

A água é o símbolo da pureza e da fonte necessária para todos os seres. As flores crescem...a terra agradece e, por vezes, os olhos orvalhados...abrem janelas para as madrugadas do futuro.
Beijo
Graça

Aníbal Raposo disse...

Olá poeta,

Passei, li e gostei.

Agraço

Eli disse...

O que diz o teu sorriso?

:)

Belisa disse...

Olá!

Gostei de voltar!

Beijinhos estrelados***

♥.•:****-franciete-****:•.♥ disse...

Água límpida do Oceano
cai do céu em branda calma
lava a mágoa por engano
mas leva a nossa mágoa.

Beijinhos de luz e paz, adorei o poema como tantos outros aqui postados

lidia disse...

HERMOSO,QUE BELLEZA!!!
un abrazo profeta
lidia-la escriba

claudete disse...

Como não viajar lendo tanta beleza neste oceano profundo que é tua poesia? Beijos no coração.