quinta-feira, 27 de março de 2014

NO MEU PALCO



Nesta plateia verás os vestígios dos últimos sonhos
Duas lágrimas que secaram na madrugada
Quando as luzes se calarem na ausência da cena
Tu sentirás pena por já não seres Dama amada

Sou um Ator anónimo no caos do Mundo
Com uma alegria breve no olhar
O teu rosto perdeu-se na desordem das marés
Vi uma ave perdida, o amor a passar

Mas sintam as pancadas de Molière
Corram a cortina vai começar a peça de uma vida
Numa sarça ardente escreveste a palavra traição
Atiraste ao palco toda a tua contradição

Uma bailarina vestiu-se de Columbina
Atiraste ao fogo este triste Arlequim
Do lume de ti, nunca se aparta o amor
Entre as ruÍnas do crepúsculo, será afastado o fim

Em círculos de solidão afinou um violino
As abambolinas escondem um nome
Húmidos são teus olhos da memória
Há por escrever uma fantástica história

Estou no proscénio onde ardem as sombras
Procuro os prodígios de um jardim de ventos
Que flor faz nascer a verdade do teu crer?
Que recato da tua alma guarda os felizes momentos?

Este pano de cena que teima não fechar
Vez agora a nudez da tuas incertas convicções
E na translúcida serenidade de uma casa
Irão abraçar-se dois perdidos corações

Que vestido abandonaste na cadeira?
Que palavras ficaram por dizer
Hoje senti-me perdido ao olhar para um retrato
E quedei-me em silêncio...No meu Palco

4 comentários:

Célia Rangel disse...

Em um palco ao nos encontrarmos sós, denota-se imensa solidão de amores que fomos perdendo...
Abraços.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Poeta

Esse palco é a vida ao apagar das luzes...a ilusão também se apaga.
Gostei como sempre e tinha saudades de te ler.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Anónimo disse...

I am curious to find out what blog platform you have been working with?

I'm having some small security problems with my
latest website and I would like to find something more risk-free.
Do you have any recommendations?

Also visit my blog: Geld Verdienen

EU disse...

E no teu palco fizeste da peça poema.
Gostei imenso. Parabéns!
BJo, Profeta :)