terça-feira, 29 de abril de 2014

ÀS VEZES PINTO O AMOR, TANTA VERDADE



Das estrelas que contemplei molhadas
Por rios e orvalhos diferentes
Escolhi apenas a que amava
E desde então durmo com a noite

Da onda, de uma onda e outra onda
Verde mar, verde frio, verde ramo,
Escolhi apenas uma onda;
A onda indivisível do teu corpo

PINTEI ESTA TELA, NÃO É MINHA...

5 comentários:

Nina disse...

Por coincidência também pintei uma tela de poesia em meu blog. =)

Beijos,
Blog | Youtube

Paty Carvajal disse...

hermoso!!!!!!!!!!

Un abrazo.

EU disse...

Pode ser uma tela pintada, mas é tão envolvente, que a escolheste para fazer parte de ti.
Um belo poema de amor!
Bjo, Profeta :)

Magia da Inês disse...

.°º。✿✿° ·.

Passei para uma visita.
Super lindo!!!
Bom 1º de maio!
Ótimo mês de maio.
Beijinhos.
Minas..°º。
✿✿° ·.

Vento disse...

é sempre nosso tudo quanto criamos...
gostei muito, desta tua criação!
beijo