terça-feira, 23 de novembro de 2010

AS FILHAS DE NINGUÉM


Hoje olhei o Mar sem o ver
Defendi o sentimento sem cavalo e espada
Hoje falei da verdade das coisas mais uma vez
Olhei sobre as rochas estas águas e não vi nada

Deambulei pelas ruas que encontrei
Contei as pedras de sete metros de calçada
Recolhi um trevo de quatro folhas
Que me chamou atenção na relva molhada

Na viagem do norte vi Santa Maria
Uma lembrança invadiu-me o pensar
Na fronteira entre duas verdades
Há sempre uma mentira que anuncia o chegar

Hoje pensei na loucura das pessoas
Numa criança que pede a ternura e um naco de pão
Na fome de um abraço sem rosto
Na ignorância largada ao meio do chão

Imaginei o que será viver na ausência da razão
Na procura do norte sem Sol e estrelas
Porque é que Deus se distrai às vezes
Porque teima em não querer vê-las?

Porque sinto, sentindo desta maneira
Amarro este contido grito
Porque arroxo esta força que me trespassa
Porque oiço sem palavras um murmúrio aflito

Murmuraste-me as palavras que sei de cor
Ó Anjo de asas de penas penadas
Disseste-me que este Mundo não é bom sitio para morar
Que há almas mal-amadas

Que a justiça é mulher da má-vida
Que os homens não crescem sem virtude
Que às vezes as ribeiras correm ao contrário
Que o querer nem sempre rima com verdade

“Que “puta-de-vida-esta”!
Foi o que me assaltou às palavras
Às vezes o absurdo mora na casa do lado
Quando ouvi uma história feita apenas de mágoas

Às vezes a Lua não aparece de vergonha
Às vezes não olhamos os outros como convém
Às vezes a aurora destapa o manto da noite
E solta no Mundo...As Filhas de Ninguém...

48 comentários:

Valéria Pires dos Santos disse...

Oi, vim conferir essa linda poesia!
bjs.

Angela disse...

Olá, sou eu de novo para lhe dizer que tem uma lembrancinha o aguardando aqui no meu blog: http://casaangels.blogspot.com
Obrigada.

EU SOU NEGUINHA disse...

Ahhh,Profeta...
Como é bom te ler...
Beijos em ti

Sónia Luiza disse...

Este poema, carregado de sensibilidade lúcida e sofrida, "mexeu" comigo... verdadeiramente!...
Como gostaria de ter este Dom de transmitir, tão brilhante e claramente, os meus estados de alma!...
Parabéns e ...que Deus se não distraia... e abençoe o Profeta!!!..

Valquíria Oliveira Calado disse...

Bonita poesia, boa noite amigo, bjos

OutrosEncantos disse...

felicito-te pela grandiosidade deste poema
eu diria que há muito mais mentiras que verdades e que o absurdo nem sequer incomoda tanto, quanto o absurdamente belo...
Deus não se distrai, somos nós que nos distraímos, umas vezes porque sim, outras porque nos convém...
Beijo meu, Profeta.

Isa disse...

Meu Amigo,dos Poemas teus de que mais gostei.
A reflexão amarga sobre a Vida.
Deixo-te
um
terno
Beijo.
isa.

Sal da terra disse...

Beleza de poema...
Salpicos de sal

Ingrid disse...

Querido Profeta,
palavras de constatação forte em suas linhas.. realidade que arrepia e faz pensar mesmo..
Mas,sempre há a esperança.
Grande beijo.

SAM disse...

Querido Profeta,

simplesmente fantástico e emocionante este poema. Obrigada pela partilha.

Beijos com carinho.

gisela disse...

sempre lindo e sentido :)

Pólen Radioativo disse...

Meu querido Profeta,

Difícil dizer algo quando esse silêncio que me toma depois de ler-te é tão lindo e traz um sorriso de satisfação.

Sou tua fã!!!

Um beijo grande.

Milhita disse...

Sempre que aqui venho, quedo-me, bebo as palavras que falam muito.
Gostei tanto, como sempre.
Um abraço

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querido Profeta




.a



profundura.da.alma



traduzindo a "leveza"________dos sentidos




____________///






beijO______ternO

voandoporai disse...

A musica da um toque especial a essas belas e sensíveis palavras.
Parece que leu minha alma.
Impressionante.
Parabéns!
voltarei mais vezes por aqui.

Andrea Soares disse...

Que belas palavras. Obrigada.
Vou segui o seu blogue!

Valéria Gomes disse...

Amo tuas letras e não sinto a menor vontade de comentar, apenas gosto do prazer de compreender o teu pensar.

Beijos de passarinho!!!

Confissões de uma borboleta disse...

É um desmundo...
Uma negação e um nada.
De ninguém,sem ninguém.
Sem lei, em deus.
Gostei.
Beijos

Nádia disse...

Linda poesia. A parte que deixou pra mim aqueceu meu coração.

Gostaria de lhe fazer uma pergunta: Pq deixou um pedaço dela em meu blog?
Seria em minha vida a inspiração ou a inspiração se encaixou tão bem em minha vida?

Beijo

Nicolau Ponte Preta disse...

Sensacional! Parabéns morri de inveja, mas sou muito marginal pra ser tão sensível e profundo. Valeu!

Luana Santana disse...

Oi

seu blog é muito legal, suas poesias são ótimas.

Beijos

Devaneios de uma vida disse...

Adorei o seu comentário no meu blog :)

A Minha Essência disse...

Este post foi um bálsamo para os meus olhos... o teu comentário então... nem se fala. Obrigado! :)

@tt disse...

É óptimo vir aqui. Sai-se com um sorriso...diferente.



:))

Bandys disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bandys disse...

Profeta,
Você como sempre dndo show nas poesias.

Hoje pensei na loucura das pessoas
Numa criança que pede a ternura e um naco de pão
Na fome de um abraço sem rosto
Na ignorância largada ao meio do chão


Beijos

Anna disse...

Profeta, depois de um tempo, volto aqui para ler você...
E não me surpreende em nada a beleza que aqui encontro traduzida em palavra e poesia.
Tiro hoje, como sempre tirei o chapéu para sua obra!
Ótimo final de semana.
Fragmentos de minh'alma aqui deixo...

Com carinho,
Anna

http://fragmentosdminhalma.blogspot.com

GarçaReal disse...

Às vezes não olhamos mesmo em redor, ou se olhamos omitimos tantas e tantas vezes o que vemos e fingimos nem nos aperceber.

Um poema dorido...Pois há tantas filhas de ninguém

Bjgrande do Lago

Alguém... disse...

Que lindo*

Cynthia Brito disse...

Muito obrigada por fazer uma blogueira feliz :D

Seus blog está sempre tão bacana...
Beijos!

"Raquel Curiel" disse...

Olá... Tudo bem?

Obrigada pela visita no meu blog...

Um abraço...

inês zép disse...

gostei imenso.

Joana Carvalho disse...

muito bonito

Tagarela disse...

Oh meu Deus, foi das coisas mais lindas que já me escreveram e por essa razão agradeço imenso o teu comentário, tens imenso jeito para a escrita, já tive a ler algumas das tuas entradas recentes e cheguei a uma conclusão: faz um livro que cá eu compro!

Michelle Nazar disse...

Querido amigo..quanto tempo longe dos sesu versos. Mas a verdade é que a poesia sempre nos faz bem, com sua velha magia em nos encantar..abraços querido!

TITA disse...

Profeta,levaste-me a fazer uma profunda e demorada reflexão sobre a justiça divina.Como a questiono...e tantas vezes a palavra é grito.Obrigado por me transportares ao "por dentro" de mim.Um abraço solidário.

Tatiane Lemos disse...

acho que tdo sempre parte de um principio e esse principio jah existe há mto tempo!!! ótimo post!

so sad disse...

a vida não é justa mesmo.
tenho dito.

Elaine Regina disse...

Olá!

Vim aqui lhe agradecer pela linda visita ao meu espaço!

Se demorei um pouco, peço que me desculpe, certo?

Ainda não li suas palavras aqui expostas... Vou ficar devendo isso. Seja sempre muito bem-vindo, viu?

Beijos!

Sheila disse...

Olá, vim te agradecer pela visita, pelos lindos dizeres que me deixou, atrazada sim, mais estou presente agora para conhecer o seu mundo.Linda a poesia ,toca fundo no coração, fala de dentro da alma. Bjs.

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sem+pre um poema gritando as injustiças, gostei muito.


Murmuraste-me as palavras que sei de cor
Ó Anjo de asas de penas penadas
Disseste-me que este Mundo não é bom sitio para morar
Que há almas mal-amadas

Uma verdade mesmo.

Beijinhos
Sonhadora

Insana disse...

Que linda Poesia.

bjs
Insana

Aмbзr Ѽ disse...

linda sua poesia. estou seguindo bjs...

Never Say never love! disse...

eii profetaaa.. vim deixar meu bjo pra ti!!!
otima quarta!!
apareça
pri

Carla disse...

filhas de ninguém...a que devemos olhar com olhos de ver
beijo

Amapola disse...

Bravo!! Bravo!!! Amei...

Boa tarde, amigo Profeta.
Vim agradecer-lhe pela carinhosa visita, e deliciar-me desse poema.
Continuo sem internet, e perdendo a chance de beber dessa fonte pura.

Um grande abraço. Parabéns e obrigada por você existir.

Retalhoz disse...

Ontem, permaneci junto de ti. Senti em duplicado o teu sentir. Não consegui auxiliar-te, apenas permanecer ao teu lado e, na nossa dor, acompanhar-te.

Serenos sorrisos

Aquarela disse...

Porque é que Deus se distrai ás vezes...?! porque já não falamos mais com ele, nem falamos mais de nada com ninguem... não há tempo para falarmos de milenios de amor que carregou com a cruz que lhe impusemos ....ele continua na cruz á nossa espera... á espera do nosso arrependimento ...e nós ? Nós não sabemos para onde fomos!

Grande abraço