sábado, 13 de novembro de 2010

PRANTO DE AMOR


Recolho do mundo o sentimento
Gerado por um coração sincero
Acolhi em minha alma um soluço
Em cais de espera há uma vontade de espero

Só, um coração bate sentido
Uma boca pede o beijo em contradição
O abraço fica suspenso no pesar
Uma mesa fica vazia do aroma de pão

Percorri todos os caminhos que me encontraram
Pisei os presente doirados deste Inverno
Subi a um céu para procurar um anjo
Tortuosa viajem que desemboca em inferno

Mar, montanhas, buganvílias rubras
Chuva que inunda e afoga o grito
Na procura da verdade
A palavra não sai, apenas um murmúrio aflito

Derramei as tintas numa fria pedra
Parti estes pincéis enlouquecidos
Juntei sete desejos e sete cores
E libertei das amarras todos os sentidos

Soltei a fúria que guardava no peito
Olhei o nada na procura de coisa alguma
Clamei pela paz neste dia de cinzas escuros
E gravei numa alma uma chama, mais uma

Um violino escorreu pelos meus ouvidos
As notas envolveram-me em lembrança
Os tempos retornaram do esquecimento
Alguns tocaram-me a alma em em golpe de lança

Quantos dias têm dois anos
Quantas noites têm a companhia da Lua
Quantas casas têm o o amor aprisionado
Porque não fazes o mesmo com a tua?

Quantas dores pode um coração conter
Será que a saudade só nasce na distância
Serei um Arlequim sem graça, patético
Ou um pedinte na rua da esperança?

Tudo isso vi reflectido
Num rosto de rara beleza cheio de dor
Soltou-se um irreal azul sal
Em puro...Pranto de Amor...

39 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

lindíssimo profeta!

a luz é ainda mais viva na tua poesi!

beijo

Malu disse...

"Tudo isso vi reflectido
Num rosto de rara beleza cheio de dor
Soltou-se um irreal azul sal
Em puro...Pranto de Amor..."

Que mais posso dizer diante destes teus últimos versos...?

Abraço

Lu disse...

OLÁ!

O profeta ver o que precisa ver.
Ver o ninguém vê.
É profeta e lança sua alma de poeta, sob o rosto de olhares econdidos e manso.

Abraços!!!

Um ótimo final de semana pra vc!!!!

Ingrid disse...

querido Profeta,
a visão do amor .."em um irreal azul sal".. é imagem bela para finalizar sensibilidade em .."beleza cheia de dor"..
Encantada..
muito bom passar por aqui.
beijo.

Isa disse...

Meu Amigo,o Poeta sente e vê como mais ninguém.
Beijo.
isa.

Diana Carla disse...

Profeta lindo poema!

"Só, um coração bate sentido
Uma boca pede o beijo em contradição
O abraço fica suspenso no pesar
Uma mesa fica vazia do aroma de pão."

e nesse trecho foi onde meus olhos demoraram na beleza!

bjinhus...

Sonhadora disse...

Poeta

Como sempre lindo...um pranto dorido.

Beijinhos
Sonhadora

Insana disse...

Profundo, de uma grande dor amarga.

bjs
Insana

Solfejando poesia disse...

Querido Profeta,

Tua poesia escorre pela minha alma...
"Derramei as tintas numa fria pedra
Parti estes pincéis enlouquecidos
Juntei sete desejos e sete cores
E libertei das amarras todos os sentidos"

É lindo, querido... tocante!

Beijos da Álly.

rolgay disse...

Hi! friend, Could you exchange link with my site? it is new, do hope our job will be bether then now if we exchange link together
Here's mine
http://khdoc.blogspot.com/

http://khmergay.nibblebit.com/
http://amangay.blogspot.com/
cheer,

Khdoc news

SILVIA disse...

¡Sublime!
Un abrazo!!!

Juliana Dias disse...

Olá, há muito queria ter respondido sua visita! Mas a falta de tempo, correria, estudos, me impediram!
Gostei muito do teu blog! Parabéns!

Estou seguindo!

lua prateada disse...

" Um violino escorreu pelos meus ouvidos..."...só poderia ser o PROFETA...
Há muito não passava e fiquei tão feliz de ver que continuas o mesmo...
Beijinho prateado

SOL

Sónia Luiza disse...

"Pranto de Amor" ou "Pranto de Dor"?!

Porquê tanta dor? Porquê tanta desilusão? Porquê tanta amargura e azedume? Porquê tanta ferida por tratar e sarar?
Há grandes amarras que impedem a libertação do sofrimento... não creio que seja masoquismo por parte do Poeta!
Muito belo, mas, tão dorido, que, quem o lê,sofre e é abrangido pela dor que inunda todo o poema ... A angustia do Profeta alaga a Alma do leitor!
Conclusão: Só um Grande Profeta/poeta consegue transferir para o leitor o seu sentir em toda a plenitude!
Parabéns.... continua...
Bjs
Sónia Luiza

Viva. disse...

Lindos versos. Exalam desespero ao amar.

Ira Buscacio disse...

Amigo querido,

O sal do pranto, a que boca escorre?

Encantador!

Bjs e boa semana

J@de disse...

Estou recuperando blogs que lia e tinha perdido o endereço... achei o seu, que bom!!

Luz da Lua disse...

Querido Profeta/Poeta,

Que amor sofrido, doído...!!!
Lindíssimo poema,de uma quase real e não imaginária dor de amor.
Parabéns, és o melhor, consegues transferir para nós que te lemos, todo o sentir de teus versos.Tenhas uma linda semana.Beijo grande.

Solfejando poesia disse...

Deixo aqui duas sugestões de blogs nos quais participo e vc será muito bem-vindo!

http://contraculturaparaty.blogspot.com/

http://repousodasletras.blogspot.com/

Bjo,
Álly

claudete disse...

As lágrimas derramadas no final...uma verdadeira catarse. Lindo e perfeito como tudo que escreves. Te lê é viajar num mundo de magia onde as palavras nunca ficam soltas e desconexas é um imenso prazer . Beijos.

Valéria Gomes disse...

Belíssimo, caro poeta!!!

Beijos de passarinho!!!

Valéria Gomes disse...

Belíssimo, caro poeta!!!

Beijos de passarinho!!!

gaivota disse...

às vezes um dia representa tantos anos...
está lindíssimo e forte este poema, um rasgo de pintura nas tuas telas!
beijinhos a toda a família

Paulo Sempre disse...

É no pranto que nos identificamos...sem "filtros".

Abraço

Angela disse...

O poema é simplesmente divino! Parabéns pelo blog. Abraços

Coruja disse...

Não devemos nunca movimentar uma palha que possa ir no sentido de aumentar o fosso existente entre duas pessoas.

A nossa missão e o nosso dever é tentar unir... unir...unir ... aproximar... apaziguar... NUNCA SEPARAR.

Nem nos compete emitir julgamentos.

É uma pena estas noções serem tão esquecidas...

Angela disse...

Passei para dizer que tem uma lembrança no meu blog para você, quando puder é so pegar, é com muito carinho que ofereço. http://casaangels.blogspot.com/

EU SOU NEGUINHA disse...

Maravilhoso...
Beijos

Nélia disse...

Meu amigo Profeta
Parabéns por estas delícias da alma...
Virei com mais demora para as apreciar ao sabor do tempo.
bom fim de semana
bjs
Nélia

Vanuza Pantaleão disse...

O pranto de amor
O mais doloroso
E belo

Bom final de semana, meu amigo!

Solfejando poesia disse...

Estou no Repouso das Letras!
Venha me ver!

http://repousodasletras.blogspot.com/2010/11/ao-final-do-dia.html

Beijos!

Sandra disse...

Lindo poema. Parabéns

Temos uma amiga em comum..
Então venha ver.
Lhe convido para ver quem está comigo aqui.
É um prazer te receber neste cantinho. Venha dar uma olhadinha. Tenho certeza que vai gostar.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
Carinhosamente, vou te esperar. Aqui grandes amigos se encontram e se revelam. Carinhosamente,
Sandra.

Amigos são flores plantadas com muito carinho.

Sal da terra disse...

Que belíssimo poema. Que sala de leitura tão aprazível.
Voltarei mais tarde para explorar a magia destas belas poesias.
Abraço.

Jelicopedres disse...

"Um violino escorreu pelos meus ouvidos..."

Lindíssima esta frase!

Namastê*

rosa-branca disse...

Pranto de amor e pranto de dor nos olhos de uma criança...as lágrimas soltam-se como os pensamentos...doridos e cristalinos. Lindo poema de uma enorme sensibilidade. Que a sua profecia se faça... continuar a escrever palavras, que são tão belas como doridas. Beijos com carinho

Tatiana disse...

Padecemos pela dor do próximo... pois a sentimos na própria pele quando nos colocamos em seu lugar!
Clamo todos os dias por um mundo mais justo!
Deixo um beijo carinhoso para você!

Estéphanie Mognatto disse...

Lindo. Abraço =]

Melk disse...

Adorei o post!!!! Parabéns!
Faça uma visitinha:
www.tireossapatoseentre.blogspot.com

http://maxalas.blogspot.com disse...

http://maxalas.blogspot.com News from around the world, videos, live football games, photos