domingo, 4 de setembro de 2011

FLOR OCULTA


Algures existe um lago de águas dormentes
Uma montanha silenciosa
Uma árvore sem-abrigo para os pássaros
Um dama que julga ser formosa

Algures entre o céu e esta ilha
Há um sítio onde se enterra o lamento
No alto de uma verde cumeeira
Onde nem se atreve a ir o vento

Podemos fazer o tudo com as lembranças
Transformar a o amor em dor
Pintar das mais belas cores a ternura
Fazer desaparecer do coração o desamor

Haverá um Paraíso onde aconteça o encontro
Das perdidas almas tocadas pela tristeza
Haverá um Mar vestido de bonança
Onde o canto da sereia seja uma ode à beleza?

Oiço as notas de um piano oculto
Dançam as folhas no ondular do vento norte
Um par de amantes tatua um coração no barro
Para ver se o destino lhes reserva a sorte

Plana um papagaio de papel no celeste
Solta gargalhada de miúdo feliz
As cores do arco-íris inundam o olhar
Um amor é querer do sempre quis

Recolhi do rosto um aguaceiro de verão
Lavei as mágoas que não cabiam na alma
Adormeci no marulhar de vagas
E sonhei que a paixão é eterna chama

Afastei o pensamento envolto em mágoa
Com a nova aurora a minha alma exulta
Prendi o olhar ao fim do verde
Pareceu-me ver uma…Flor Oculta…

17 comentários:

Helen De Rose disse...

Nasce sempre um brilho nos olhos quando encontramos uma flor oculta. As imagens que você criou, levaram-me para a profundidade dos versos. Uma ótima semana!

Marisa Ferreira disse...

Adorei, são versos lindíssimos =)

beijos**

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

lindos versos todos nós gostamos de encontrar uma flor oculta!
boa semana!

Agulheta disse...

Numa flor oculta podemos renascer a cada instante,só precisamos de a olhar com outro sentido e amor.
Beijinho

Aquarela disse...

Inquietantes palavras... navegantes em águas dormentes... desabrigadas como os passaros da árvore despida...alternancia de amor... desamor...amor... desamor... alma que exulta ...no verde esperança... numa flor oculta...

RosanAzul disse...

Lindo teu poema...
Uma semana abençoada e feliz!
Rosana

BlueShell disse...

Quem dera que eu pudesse dizer "Lavei as mágoas que não cabiam na alma" ...
Um excelente poema, meu amigo, sem dúvida, dos melhores que tenho lido.
Fica um beijo pelno de carinho.
BShell

gaivota disse...

bem, armando, mais palavras para quê?...
lavei as mágoas que não cabiam na alma...
entre tanta beleza misteriosa, mais uma vez te deixo os meus parabéns
beijinhos para toda a família

Poesia Portuguesa disse...

De passagem e após prolongada leitura, deixo o meu abraço.

Valéria Gomes disse...

Linda Flor!!!
Beijo no olhar!!!

Evanir disse...

Como gostaria de lavar minha alma tirar todas as tristezas ser feliz
pelo menos m dia.
Lindissima postagem beijos meus.
Evanir

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Profeta.A melhorcoisa que você fez foi afastar a mágoa do seu pensamento, pois ela é totalmente destrutiva corroendo o coração do mais puro ser humano.
Um beijo grande, e excelente fim de semana!

BlueShell disse...

Haverá mesmo?...um sítio onde se enterra o lamento?...um mar vestido de bonança? será possível "lavar as mágoas que não cabiam na alma"?
OXALÁ!
BEIJO de saudade, amigo meu.

S L Sousa Mendes disse...

"As cores do arco-íris inundam o olhar
Um amor é querer do sempre quis "...

Quem quer... alcança!... Luta por esse alcance...

E eis que...
"Prendi o olhar ao fim do verde
Pareceu-me ver uma…Flor Oculta… "

Que essa "Flor Oculta" dê Vida e Luz à realidade do Profeta/Poeta!...

Aquarela disse...

Não importa o que fomos
Por um momento
Importa o que recordamos
Por toda a vida
Importa viver intensamente
... Cada chegada após a despedida!
Importa agradecer, não só pedir!
Importa ver profundo, não só olhar.
Importa lutar, não desistir
Importa dar de nós, não só esperar.
Importa escutar, não só ouvir.
Importa perdoar, não desculpar.
Não importa o que fomos
Por um momento
Importa só saber AMAR!

Francilangela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sopro Vida Sem Margens disse...

...em alhures bocados de mar solto nas risadas da ciência das trevas...desbastemos as memórias, elas abraçam as tintas entre sorrisos e lágrimas...

...em alhures há sim..o Céu! Há o paraíso. Estrépito das torrentes dos prazeres PROFETAS clausulados no Éden...


Beijo de Admiração P(R)O(F)ETA
Assiria