sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A VIAGEM DA MINHA PAIXÃO


De velas paradas baloiça um barco
Amarras à ilha, preso ao nevoeiro
Nunca serei D.Genádio o arcebispo
Não sou descobridor, na chegada, primeiro

Afrontei os deuses do Olimpo
Conspirei com Athena, Hera e Apolo para destronar Zeus
Mas ele era rei dos deuses
E acabei enredado em sonhos meus

Sonhei com um rodopio macabro
Ouvi um silvo de ave rapina demolidor
Fui animal de uma criatura bela
Dei a alma e corpo ao desamor

Ouvi o som da maresia
Mesmo ao cair da noite
Um canto chamou por mim
Num rumo de boa ou má sorte

Mil archotes rasgaram o negrume da noite
Senti o som do mar bater no casco do meu barco
Cedi ao encanto do canto de uma sereia
E acabei trespassado pela seta de um arco

E sonhei que era trovador e cantei
Porque entras na minha alma e soltas este fervor
O que tens para me dizer
Diz ao sonho por favor

…E parti para o alto mar numa manhã submersa de neblinas
Ficaste tu na ilha nesta manhã de luz fria
Na lonjura vi um desenho de cruel ironia
E um deus do mar que de mim ria

A noite terminou abruptamente no dia
Passei a mão nos olhos para soltar os sonhos de contradição
No meio deste oceano profundo e imenso
Em sonhos viajei…Na Viagem da Minha Paixão…

13 comentários:

OutrosEncantos disse...

magnifico, Poeta!

beijo doce, amigo meu.

Fátima disse...

Oi Profeta

Sempre viajo em tuas palavras, é doce ler-te.

Beijo meu

ellen disse...

É sempre dificil não gostar :)

Beijo

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sempre mergulho nas belas palavras dos seus poemas, que adoro ler.

Um beijinho doce
Sonhadora

Aquarela disse...

E sonhei que era trovador e cantei
Porque entras na minha alma e soltas este fervor
O que tens para me dizer
Diz ao sonho por favor

Belíssimo! Como sempre...
abraço

ONG ALERTA disse...

Viagens eternas...beijo Lisette.

Sopro Vida Sem Margens disse...

Eh-lá!!
Rei dos Deuses
eminentes risadas de Zeus
esplendor ser e silvo “ khrónos”
raio d’Hera
d’aroma perdido na ilha-vida
rente com o chão pela raiz
de “Ti” Minha paixão..
Tu cuja vinda é tão suave que me parece Ida…

....

Ah! Entranhas estas.. conspiração dos sonhos...pois!


Beijo
e
Bom Domingo

Nana disse...

olá profeta,

´
es agora profeta e trovador.
Benza deus.

Nana disse...

olá profeta,

´
es agora profeta e trovador.
Benza deus.

Ane disse...

Dar pra sonhar nos teus versos...

Tété disse...

Mais um belo poema.
E embora enredado em sonhos seus e fazendo a viagem da sua paixão, gostava que aparecesse logo que passe a mão pelos seus olhos.
Abraço

Ana Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Martins disse...

Profeta, boa noite!
Viajar na paixão, é impossível não gostar!

Beijinho,
Ana Martins