sexta-feira, 12 de outubro de 2012

EU PESSOA ME CONFESSO

Se o mar adormecer em desvario
As ondas não mais se formarem
Se as gaivotas se perderem do ninho
As árvores mais altas tombarem

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tuas palavras deixarem de ser raiva dura

Tantos “ses”
Tanta loucura encoberta em preconceito
Tanta lama vertem certas bocas
Tanta pequenês vestida de despeito

Isto hoje nada bate certo
Este poeta sem rima não passa de uma cabeça esperta
A poesia sem nostalgia é apenas palavra seca
Um número vezes dois às nem sempre é conta certa

Pois é, a metáfora pregou-me uma partida
Decidiu dar uma volta por achar que esta poesia era torta
Jamais terei vontade de me encontrar com a ternura
Na puta da vida nunca encontrei gente pura

Encontrei negromantes, máscaras e outras tontices
Gente ornamentada de tolices e outras mafarriquices
Gente contente por ter a alma cheia de vento
E um gajo enganado no rumo certo

Encontrei-me com aquilo que julguei ser o amor
Desencontrei-me na voragem da maldade
Juro que nunca marquei encontros com a estupidez
Juro pelas alminhas que perdi o rumo da saudade

Sem rumo mas com altivez e aprumo
Com uma caixinha minha e não de pandora
Onde guardo um pacto divino
Onde permanece apenas um sentimento que nunca foi embora

Que raio de lenga-lenga urdi para aqui
Ás vezes o que sou esqueço
Hoje deu-me para esta disparateira
Eu Pessoa me Confesso

105 comentários:

luna disse...

No quiero molestar tus sueños,
Sería una pena para tu descanso,
¡Cierra con cuidado!
Como despedida escribo
En tu puerta: Buenas noches,
Para que puedas ver
Que he pensado en ti.
´..Schubert..

Feliz finde con mucho amor.

Satine Rouge disse...

Lindo, parabéns...

Cidinha disse...

Boa, Noite amigo. Uma linda confissão! Desejo um bom fim de semana. grande abraço!

Carla disse...

"Um número vezes dois às nem sempre é conta certa", mas é sempre certo que encontrar o melhor da poesia por aqui!
Parabéns Profeta!

Arco-Íris de Frida disse...

Confessastes bem... dessa confissao surgiu um belo poema...

Elzinha disse...

Que belos versos os teus!!! É sempre bom estar aqui.

Um beijo

Ailime disse...

Grande Poeta,
Belíssimo poema!
E tantas vezes que apetece falar com o coração nas mãos!
Beijinhos e bom fim-de-semana.Ailime

Magia da Inês disse...

♪彡♪♫°¸.•♫°`
Passei para uma visitinha.
Confessastes encontros e esses encontros são tão comuns!...
"e se o dia não encontrar o amanhã" porque os seres "humanos" tem a alma cheia de vento?!...
Bom fim de semana!
Beijinhos.

♪♫♫°✿°`╮

Angela disse...

Confissões lindas de se ler,
você é bom nisso.
Beijo
Bom domingo

Crista disse...

Se eu apareço...logo, existo!!!
Se tu apareces... ILUMINAS!!!!
Nem vou dizer que adorei o teu escrito...deves estar cansado dessa mesmice de elogios...mas mesmo assim tenho que dizer:ADOREI!!!!

uma fonte de algo novo disse...

adorei as suas palavras :) muito obrigada um beijo

Cloudy disse...

Schöne Worte...

Lieben Gruß und fröhlichen Tag
CL

GarçaReal disse...


Amálgama de sentimentos e de sentires, procuras loucas do não encontrado,um ego ausente na sua presença , um desenrolar pouco esperado.

Bom domingo


Bjgrande do Lago

Ana Bailune disse...

Bom dia... a vida pode ser amarga. É bom termos conosco uma pequena reserva de açúcar, sempre.

Maria Rodrigues disse...

Uma confissão nostálgica e triste, tal como tantas vezes a vida é. Um belo poema!
Beijinhos
Maria

Blackbird disse...

Obrigada pelo comentário. Adorei o poema, mais uma vez :)

Lulu disse...

Por mais dura que seja a vida, temos que encontrar forças para levantar e lutar.
Big Beijos

Adriana disse...

belo poema, parabéns (:

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Aqui fizeste uma confissão que é a que a maioria de nós gostaria de fazer; é um grito de revolta por tudo o que vemos na nossa sociedade e que gostaríamos de não ver. É o amor que se vai...é a solidariedade que se arreda...é o ser humano que se torna cada vez mais irracional. É a normose que se instalou para ficar. É assim... e assim também me confesso. Parabéns, amigo e espero que estejas a ter um bom Domingo.
Um beijinho
Emília

Antônio LaCarne disse...

encantadíssimo com os poemas do blog. palavras certeiras, imagens vivas, cheias de sangue e inspiração. realmente tudo muito bom!

:)

Lilá(s) disse...

Uma linda confissão!Que belos versos são sempre os teus!!!
Boa semana poeta.
Bjs

Lilá(s) disse...

Uma linda confissão!Que belos versos são sempre os teus!!!
Boa semana poeta.
Bjs

LUCIENE RROQUES disse...

A poesia é assim.
Uma excelente semana Profeta.
Um grande abraço!

Lilazdavioleta disse...

Profeta ,
muito obrigada pela visita .

Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

estados de alma!

se....

um dia havemos de ser felizes!

obrigada!

Claudete disse...

Amigo...confissões em zona de colisão...alternância que, se por vezes confunde , deixa no ar possibilidades mil de reorganizações premonitórias ... o mar é imenso,o vento sopra ,o barco se vai ,mas tem o leme a segurança do forte. Abraços.

Miss_body-of-proof disse...

Olá :)!
Obrigado pelas palavras deixadas no meu blog...
É sempre bom de ler...

Beijinhos,
Tixa

Claudinha ੴ disse...

Uma bela confissão. Que encontre gente pura (porque sim, ainda existem) sem máscaras e sem rumos tortos. Um beijo!

Aline Teles disse...

Muito obrigada pela sua visita. Adoro os poemas que tu postas aqui e no meu cantinho. É um bela confissão. Beijinhos.

Zilani Célia disse...

OI PROFETA!
ENQUANTO SOBRAREM SENTIMENTOS, GUARDADOS EM UMA PEQUENA CAIXINHA, DE PANDORA OU NÃO, OU QUEM SABE NO CORAÇÃO, TUDO AINDA VALERÁ A PENA.
LINDO!
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Bípede Falante disse...

eu, que ando a confessar-me, adorei!!!

beijoss

Simone (Totalmente Exagerada!) disse...

Muito lindo!!
Adoro os seus poemas!
Beijos.

normy disse...

QUIZAS EL ALMA DE POETA QUIERE GRITAR CONFESAR,DESAHOGAR,INTERESANTE ESCRITO UN SALUDO.

Amanda Mércuri disse...

Oi! Tudo bom? Desculpa de novo por ter sumido!

Ótima segunda pra você! ;D

Beijo! ^^

MARIA DA FONTE disse...

Que lindos poemas, muito bem conseguidos, parabéns. Abraços

ELIMARX disse...

Lindo.
Parabéns pelo poema!

Obrigada pela visita lá no blog! :)
beijinhos!

Naty Araújo disse...

Confessar é sempre bom, males de pecados, reles mortais... Bem mais!

Perfeito, Poeta.

Daniela disse...

Amei seu poema!! Muito lindo!

Bela confissão. Acontece que mesmo quando o mundo não está a nosso favor, devemos continuar sempre, a felicidade pode estar em nossa frente.

Abraços!

http://www.daniela-meucantinholiterario.blogspot.com/

Antônio Lídio Gomes disse...

Belo!

El Panal de la Abejita disse...

HOLA ! VINE A CONOCERTE Y A SEGUIR TU BLOG.. HERMOSO! TE INVITO A VISITARME EN http://elpanaldelaabejita.blogspot.com
BESITOS DESDE VENEZUELA. MARISELA:)

Teresa Cristina disse...

Se confessar sem medo de errar
errando é que se aprende
Se vive
Se enobrece e cresce
Se sentiu a desilusão bater a tua porta
melhor assim
Antes desiludido
do que a se iludir para o resto da vida.
Beijos

Tere Marcellino disse...

Muito bom o seu blog.
Obrigada pela visita.
http://teremarcellino.blogspot.com.br/

fabíola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

"A poesia sem nostalgia e' palavra seca ..

Pois e', a metafora pregou-me uma partida
"
Ola'profeta, obrigada pela visita e pelos versos deixados no Phomentos,um poeta e' sempre bem vindo a minha casa

Beijinhos

Calma, respira! disse...

Nossa, foi tão verdadeiro que eu amei..
Confesso que adoro quando tem um comentário seu, um poema lindo e muda o meu dia.

beijos, Lê
http://calmarespira.blogspot.com.br/

AFRICA EM POESIA disse...

Profeta
um beijo



Acácias...

Muitas Acácias ao meu redor
Rubras e lindas
Lembram-me o meu sonho
De querer voltar
De querer agarrar a vida e o amor

E estas Acácias vermelhas e floridas
Que o cacimbo da noite africana
Com foça ou com leveza as abraçava
E as beijava suavemente

Sem nunca pedirem licença
Iam sorrindo para mim
Sorrindo sempre
Sorrindo com meiguice

E eu ao fechar os olhos
Vejo-vos, Acácias lindas
Flores da minha recordação
E da minha juventude
Aqui neste cantinho...


Presto-vos a minha
Singela homenagem!...

Carolina disse...

Hermosa confesao. Um abraco, querido Profeta.

Eva disse...

Que lindo, de tantas nuances é feito o ser humano que só nos resta esperar e continuar, as fichas caem no momento certo, mas é tão bonita a consciência, com ela nós caminhamos mais livres, o que parece sujeira da alma, o lodaçal verte numa faxina para dar lugar ao cristalino da alma que pela vivência vai aprendendo mas sempre terá que ser limpa e graças quando está sendo. Parabéns! bjo doce.

Luísa Zanni disse...

É preciso no mínimo coragem pra se confessar a si próprio. Belíssima poesia!
Boa semana.

Luz da Lua disse...

Um misto de tristeza e melancolia revestem tuas palavras neste emocionante poema .Adorei a forma como fizeste a tua Confissão .
Grande beijo,Profeta.

Olhos de mel disse...

Simplesmente lindo! Se Deus nos permitiu ler suas doces palavras, é porque delas absorveríamos o teor da paz e do amor.
Beijos

Paty Carvajal disse...

Mis palabras no alcanzan para tu creación, para su contenido intenso, denso, verídico y bello... porque la vida, con todo, es bella y la poesía una de sus mejores estrellas!!! Un abrazo.

EU disse...

Não encontro adjetivos pra elogiar-te,parabéns,irei ''ler-Te''sempre,adorei!Bjks!

ROGELIA.C disse...

As Realidades da AlmaÉ certo que o homem fala a si mesmo; não há um único ser racional que o não tenha experimentado. Pode-se até dizer que o mistério do Verbo nunca é mais magnífico do que quando, no interior do homem, vai do pensamento à consciência, e volta da consciência ao pensamento. (...) Diz, fala, exclama cada um consigo mesmo, sem que seja quebrado o silêncio exterior. Há um grande tumulto; tudo fala em nós, excepto a boca. As realidades da alma, por não serem visíveis e palpáveis, nem por isso deixam de ser também realidades.

Victor Hugo, in 'Os Miseráveis'

BEIJO NA ALMA..

Silenciosamente ouvindo... disse...

Excelente poesia. Será que me
cede uma poesia sua para eu
colocar, com os devidos créditos,
no meu
http://sinfoniaesol.wordpress.com?
Basta deixar um comentário.
Bj.
Ireme Alves

Fruto do Espírito disse...

Vim agradecer a visita e comentário.
A propósito se ainda não estiver seguindo o meu humilde espaço será uma alegria recebê-lo como seguidor.
Retribuirei de volta.

Em Cristo,

***Lucy***

Lucimar da Silva Moreira disse...

Profeta um belíssimo poema, você como sempre arrasando, beijos.

manuela barroso disse...


Eu pessoa confesso que é das mais inteligentes, sinceras, intimistas confessionais poesias de que não me lembro de ter encontrado!
E assumo por inteiro que "A poesia sem nostalgia é apenas palavra seca" Dá-me forças para voltar a chamar o meu Eu de novo!
Mas, Profeta, quem nunca encontrou mascarados na vida?
Hoje penso: "resolve-te, a felicidade está dentro de ti"!
E vejo-a onde e quando quero.
Beijo!

Inês disse...

Que bonito! Obrigada.

aluap disse...

Quem fala com o coração ao pé da boca, diz o que sente e sem pensar muito e algumas vezes as palavras podem sair duras e cheias de raiva. Algumas pessoas só dizem/escrevem aquilo que os outros querem ler, ou escrevem aquilo que acham que os outros vão gostar e achar belo. E eu não acho correcto, porque nem sempre o que sentimos é bonito ou engraçado. Mas eu achei o poema bonito.

Despeço-me desejando-lhe uma semana serena.

Anónimo disse...

Está desencantado, Profeta? Outros Sóis virão.

(Claudiamar - micromacropuzzle)

Iza disse...

Que poema mais lindo!
Escreves maravilhosamente bem.
Abraços e boa semana <3

marylú disse...

MUITO LINDO POEMA!
OBRIGADO MEU AMIGO PELA VISITA E PELOS LINDOS VERSOS ESCRITOS.
UM ABRAÇO E BOA SEMANA!!!!!!!!!!!!!!!

Pearl disse...

Tu pessoa te confessas muito bem!


beijo beijo

Ruby disse...

Muito lindo o teu poema, uma arte que poucos têm, queria muito ter essa intimidade com as palavras e me expressar assim, tão poeticamente.

Ann Marie disse...

Hello my friend!
Thanks for your comment on my blog.
A poet's words can be interpreted differently, but always there is something beautiful in the form of language regardless of the poem is about happiness or tragedy.
Words of the poet opens up the mind's gate
I wish you a wonderful ending to this week.
Hugs.

Josephine disse...

Great photo! Thanks for the comment :)

<3 Josephine
www.champagnestar.com

Sandra Fernandes disse...

Mundo errado

Tenho dias que amanheço
que nem me sinto e só pareço
de carne humana ,um naco.
E meu valor é medido
pelo trapo que trago vestido…
Todo o interior é tido como fraco…

Desperto e tento adormecer
Na tentativa de não ver
o meu mundo se desmoronar,
já que como pessoas valemos
apenas por aquilo que temos
de nada importa a capacidade de amar…

Fui entregue em mundo errado…
Eu fui talhada num bocado
de sentimento e emoção
mas no mundo que vivo agora
só se valoriza a aparência de fora
de nada conta o tamanho do coração!

Beijinho, Sandra Fernandes

Mónica Fernandes disse...

Lindas palavras, Parabéns resto de uma boa semana

Mónica

cherry blossom disse...

Boa semana , Beijos *

Lua Negra disse...

Mais viver para mi é isso, uma "caixinha de pandora", que ao abri, não sabemos nunca o que vamos encontrar, mais podemos tentar reverte o que está dentro se não agradar.

Linda confissão poeta profeta.
Beijinhos de luz.
Lua.

Morgan Nascimento disse...

Olá, parabéns pelo blog!
Se você puder visite este blog:
http://morgannascimento.blogspot.com.br/
Obrigado pela atenção

ONG ALERTA disse...

Abriu o coração abraço Lisette.

Pedrasnuas disse...

Se o dia não encontrar a manhã
As nuvens deixarem de chorar água pura
Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
As tuas palavras deixarem de ser raiva dura

:)

Piarom disse...

What an amazing shot!!! Thanks for your nice poem on my blog :)

Sissym disse...

Profeta Amigo, eu já reparei que tem dias que uso mais "se" do que noutros. Talvez esteja mais pensativa, talvez com duvidas, talvez introspecta!

Uma vez li que se juntar numa frase "mas e se"... nossa, é que estará tudo tão vago quase como um vazio.


Quer confessar mais alguma coisa?! Aproveita, estou a fim de ouvir e dar conselhos! rsss


BEIJOCAS

Joana Neves disse...

Olá amigo profeta! Já estava com saudades da sua visita e dos seus poemas encantadores... adorei o poema que me deixou no recadinho!! :)
Não esqueça de trazer o selinho de primavera e/ou outono! Ofereço com maior carinho!
beijos
Joana Neves

Vera Lúcia disse...


Olá Profeta,

Poema forte e intenso em sentimento
(decepção? amargura?).

"Tanta loucura encoberta em preconceito
Tanta lama vertem certas bocas
Tanta pequenês vestida de despeito".
É certo, infelizmente.

"Jamais terei vontade de me encontrar com a ternura
Na puta da vida nunca encontrei gente pura."
Gente pura ainda existe e a ternura é mansidão para a alma.

Máscaras e gente ornamentada de tolices há por toda parte. Nem por isto seria salutar deixar que a desilusão nos acometa. Há muito de lindo na vida.

Confissão inflamada, da qual resultou um intenso poema.

Meu abraço.

Mari@ disse...

É tão maravilho o teu poema!
Do mais belo anoitecer

Vanessa Carvalho disse...

Adoro esse teu palavreado!

Flores.

Nanda Assis disse...

que lindo!!

bjos...

VILMA PIVA disse...

Poema forte, intimista, que mostra a sinceridade da alma do poeta e os caminhos percorridos pelo homem.
Parabéns! Obrigada pela visita ao meu blog. Te sigo! Beijos!

Liz Albuquerque disse...

você escreve muito bem! Fiquei encantada!!!


Liz <3
The Red Lil' Shoes Blog

pessoa nenhuma disse...

sempre unico!!

pessoa nenhuma disse...

sempre unico!!

pessoa nenhuma disse...

sempre unico!!

Amanda Souza disse...

Linda poesia! Muito bem escrita e intensa.
Beijinhos

hiperbolismos.blogspot.com

Pérola disse...

Um grito poético duma sensibilidade dilacerada.

Gostei Muito!

blog da sonha gleide disse...

Oi Profeta muito lindo o post eu adorei seu blog,vim agradecer sua visita e seu carinho e já estou super te seguindo,se puder me seguir tbm,será mega bem vindo,bjus
http://blogdasonhagleide.blogspot.com/
http://gleidedetudoumpouco.blogspot.com/
http://sonhagleidesorteioeselinhos.blogspot.com/

Raphaella Gonçalves disse...

eu amei o texto que deixasse no meu blog, e essa poesia é linda !
Beeijos ;* itsblond(.blogspot)

Aline Teles disse...

Passando para agradecer a sua doce e poética visita, beijinhos.

Tamires disse...

O céu ainda é azul!

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belíssimo escrito. Versos expressivos e muito bom gosto esse seu poetar. Parabéns. Desejo um maravilhoso fim de semana. Francis Perot

Candy disse...

Belíssimo. Ótimo fds!!!!

Vanuza Pantaleão disse...

E te confessas tão bem que aqui estou para te parabenizar.
Um ótimo final de semana, amigo!Bjsss

Maria Emilia Moreira disse...

Quanta beleza e inspiração nos seus poemas! Parabéns!Um abraço.
M. Emília

EU disse...

O palhaço também ri, mesmo que tenha vontade de chorar...
O poeta também caçoa dele próprio; quantas vezes se ironiza e disso faz belo poetar!

O "se" pode ser apenas premissa, o desenrolar pertence à circunstância...

Sorri, meu amigo!
Bjo :)

Nobre Sandra disse...

Gostei muito <3

http://nobresonho.blogspot.pt/

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Um linda poesia, sempre temos opções a seguir e somos prisioneiro de nossas escolhas, sendo elas boas ou más. Esses "ses" não podem nos orientar, termos que tentar sempre.
Tenha uma ótima semana.

MAR disse...

Tus poemas son preciosos.
Un abrazo grande.
mar

Fátima disse...

Pois confesse!
Se confessar é assim tão gostoso...
Vejo-o aqui exposto.
Seu rosto?
Que diferença faz?
"Se encontrou negromantes, máscaras e outras tontices
Gente ornamentada de tolices e outras mafarriquices
Gente contente por ter a alma cheia de vento
E um gajo enganado no rumo certo... "
Vejo sua suposta loucura descoberta...
sua cabeça, em poemas, esperta...
desperta, quem o lê, outros poemas.
Com carinho
uma flor pra vc
rosa
de
Fátima

luar perdido disse...

Tu pessoa (poeta) te confessas. Eu leitora, seguidora e "devoradora" da tua magistral poesia me confesso; Quem assim se retrata só pode ser um POETA em maíusculas!Mostras a alma e a amalgama de sentimentos com que lutamos...Porque somos humanos, frágeis, e tão grandes ao mesmo tempo.
Belo, especial...Teu.
Beijo de luar

Confesso disse...

Que sentimento é este que nunca vai embora... Há sempre pactos quisera fossem sempre divinos...

Obrigada pela visita, precisava daquele beijo...

Jelicopedres disse...

Porque os "ses", são condicionais, eu espero que esses não se concretizem...
Porque, SE, "as ondas não mais se formarem", aí, algo de errado se passará!...

Obrigada*

Olinda Melo disse...


Caro Profeta

Uma 'disparateira' com uma grande lógica intrínseca, em que coloca questões à vida, ao mundo, à sociedade, pois este é a missão do poeta e desempenha-a de forma excelente.

Abraço

Olinda