sexta-feira, 1 de novembro de 2013

O SILÊNCIO DAS CASAS


Ouvi alguém partir de mim
Ouvi um pássaro aflito, ouvi um grito
Ouvi no silêncio um rumor de melancolia
Ouvi a saudade uma vez, numa casa vazia

Nem tudo o que faço pode estar certo ou errado
Apenas faço…
Renunciei à esperança, calei a voz da penumbra
Vi nascer um tugúrio e um fogo que devorava o espaço

Um céu menstruado de ausentes pássaros
Esta poesia desaparece pelos espaços de fechada janela sem querer
Numa brisa sussurrante, rasteira
Gostava de ser a consciência do amanhecer

Baloicei meu corpo no infinito
Desprezando cada hora, desafiando o impossível
O espaço provável do amor
É campo de guerra da guerreira dor

A poesia é como beijo infinito
Pensei ser infinita a caminhada de minha Mãe
Hoje olhei um cruzeiro, gravado, Maria
Orei, chorei, nesta faminta solidão, vazia

Montei um choro no guião de uma peça
Neste vale sem casas nem campos, sei dizer amor
Vim de mãos vazias pelo silêncio dos olhos
Entre as cicatrizes de terra estéril, sem flor

Há bocas atafulhadas de sorrisos
Olhos sem nada para dizer
Há canções que não apetece cantar
Há cartas de amor escritas por quem não sabe amar

Uma rosa, no peito suave de uma dama
Um papagaio falador sem cor nem asas
Neste dia de lembrar pessoas que me amaram
Fiquei preso no….Silêncio das Casas…

9 comentários:

António Jesus Batalha disse...

É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever
reparei que se tem esforçado por nos dar o melhor,
é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo
agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.

Nequéren Reis disse...

Olá!!!, Deus seja contigo, tenha um final de semana abençoado, amei a poesia esta encantadora SUCESSO AMIGA.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

Janice Adja disse...

Palmas!!!!!
Beijos!

Valéria Gomes disse...

Maravilhoso, poeta!!! Beijos de passarinho!!!

helia disse...

Adoro Poesia e esta sua Poesia é muito bonita !

helia disse...

Adoro Poesia e esta sua Poesia é muito bonita !

Tina disse...

Oi Profeta!

Como sempre, lindo. Obrigada por dividir.

beijos e boa semana!

Kátia disse...

Não deixe que o silêncio invada a sua casa também,pois a poesia que desfila por aqui é encantadora.

Continuo na torcida para que esteja bem.

Beijo e cheiro!

Sónia M. disse...

Belo!