sábado, 19 de setembro de 2020

SINAIS

 SINTO EM TI A MÃO DE DEUS

A PUREZADA ÁGUA

OS CORREDORES DAS MEMÓRIAS FELIZES

CRIANÇA RINDO

 UM BARCO A CHEGAR A DOR PARTINDO

SINTO



6 comentários:

luar perdido disse...

Continua a sentir...
Quem não sente está morto para a vida. Sonha, voa, cria.

Bem vido Profeta, que seja um regresso abençoado.
Beijo de luar

Fá menor disse...

Que possamos sentir sempre a mão de Deus e a dor se ausente.
Beijinhos.

Fanny Costa disse...

Que Deus nos sugue toda a densidade, toda a dor...e plante sorrisos no deserto árido do coração, sem oásis...sem alegria...
Um abraço de Luz

Tina disse...

Saudade de seus posts! Bjs

Tina disse...


Saudade de seus posts.

Bjs

Maria Rodrigues disse...

Que as dores se consigam amenizar com as memórias felizes.
Maravilhoso poema.
Gostei muito de o ver voltar.
Um grande e apertado abraço