domingo, 27 de fevereiro de 2011

SETE VIAGENS E UM SEGREDO


Um coração segue em silêncio
Este silêncio tem a cor do perdido sentimento
Vacilei na ironia do tempo
Fiquei parado no Mundo por um breve momento

Senti este fogo fresco
Mordi este pão de cereal ouro
Secretamente a noite invadiu o dia
Guardei um pensamento como se fosse um tesouro

Ao meu silêncio chegou um riso
O meu desejo mora no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lembro as tuas mãos como uma torrente de emoção

Lembro que enchi o vazio da tua alma
Enjauladas as asas morrem de dor
A beleza é um momento eterno
É o espelho de água onde se contempla o amor

Esta minha alma navegante
Leme,velas, bússola partida
À deriva navego no tempo
Entre a chegada e uma incontida ida

Majestoso céu
Contei todas as estrelas que deu para contar
Senti que esta lua cheia de hoje
Estava prestes a chorar

E não é que se soltaram gotas do celeste
Esta é a estação onde brilha o coração
Caminhei no escuro envolto em nadas
Senti no meu peito a força serena da paixão

Quanta viajem, tanta emoção
Dia, campos, estações esquecidas
Todos os sonhos que inventei para sonhar
Guardei numa caixa de dores perdidas

A caixa de Pandora!?
Não! A minha é apenas de gasto cartão
Guarda a memória de mil emoções
E uma carta escrita à mão

Mas o Mundo conhece os meus passos
Esta ilha tem sido paraíso e degredo
Na procura de ser feliz
Fiz Sete Viagens em puro segredo...

41 comentários:

Maria Dias disse...

...As viagens podem ser mais enriquecedoras q a chegada e, se foi possível guardar suas viagens em segredo com certeza és um homem rico de interior.

beijos

Maria

Ingrid disse...

as viagens que fazemos nos versos e na vida..
deliciosa a tua..
beijos Profeta..

Eugenia disse...

Doce prazer de amar, sentir-se feliz pelo simples fato do outro existir...
um grande abraço

Sil Villas-Boas disse...

Que poema mais belo que vc postou.
Passo a te seguir agora.
Bjusss
Sil

Fabiana Oliveira disse...

estou retribuindo o comentário deixado no meu blog!
a principio queria dizer que boiei ao le-lo
+ ele é incrivelmente maravilhoso, são palavras magníficas!
amo poemas e vc deve ser um poeta incrível!
ameiiiiiiiiiiiii
a parabéns pelo blog estou seguindo!
beijos colloridos se quiser seguir!
http://wwwparedescolloridas.blogspot.com
http://meumundopinknaotaoperfeitoassim.blogspot.com/

Maria José disse...

A caminhada nos trás momentos inesquecíveis. Belo poema, como sempre. Grande abraço.

Marília Felix disse...

Olá Poeta!
Fiquei sem palavras ao ler seu comentário.
Quanta intensidade voce passa quando te lemos.
Gostei do blog.
Parabens!
Doce Beijo para voce também.
=)

angela disse...

Quem precisa mais que uma carta de amor escrita a mão?
Lindo poema.
beijos

Hugo de Oliveira disse...

Bonito demais seu poema.
Show.

abraços
de luz e paz

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Como sempre uma viagem dos sentidos.

A beleza é um momento eterno
É o espelho de água onde se contempla o amor

Adorei

Beijinho doce
Sonhadora

Bandys disse...

As viagens que fazemos nos segredos da vida..

E você poetando maravilhosamente,

Te deixo beijos e o desejo de dias floridos.

Lu@ em Poesia disse...

Passei para deixar um beijo...

S L Sousa Mendes disse...

Destaco os seguintes "estratos" de "Sete Viagens e um Segredo":
"Vacilei na ironia do tempo
Fiquei parado no Mundo por um breve momento"
"O meu desejo mora no limite da razão"----- Tu próprio te defines vivendo "Entre a Loucura e a Razão"...
"Enjauladas as asas morrem de dor"
"Esta minha alma navegante
Leme,velas, bússola partida
À deriva navego no tempo
Entre a chegada e uma incontida ida"
"Caminhei no escuro envolto em nadas"
"Todos os sonhos que inventei para sonhar
Guardei numa caixa de dores perdidas"
"A caixa de Pandora!?
Não! A minha é apenas de gasto cartão
Guarda a memória de mil emoções"
"Mas o Mundo conhece os meus passos
Esta ilha tem sido paraíso e degredo
Na procura de ser feliz
Fiz Sete Viagens em puro segredo..
___________________________________Poema belíssimo, ou não fosse ele escrito por ti,ser de maravilhosa sensibilidade, de inconformidade contida,de ânsia de encontrar a verdadeira rota da caminhada da vida. dessa alma que navega sem rumo,desejando libertar a incontida ida,as memórias das tuas emoções... são belas e não gastas, de modo a caberem numa mera caixa de gasto cartão... tu vives de emoções de coração, não de razão...nunca de ficar parado no mundo...Tu,um vulcão de projectos, de ambições, de planos e obras idealizadas???!!!
Dizes que a tua ilha tem sido paraíso e degredo
Na procura de ser feliz....

Pois, Profeta querido, chegou a hora de voares, de abandonares degredos e frustrações, de fazeres a tal viagem que te projectará no Olimpo... onde encontrarás a serenidade e onde poderás dar largas às tuas quimeras,à tua incomensurável sensibilidade, ao tesouro que escondes avidamente no teu coração... enfim... de abraçares a felicidade plena por que tanto anseias...
Deixarás de sentir esse amargo nas entranhas. a amargura desaparecerá... e poderás dar vazão à doçura que em ti reside!....
Força, Profeta!... Viaja para a felicidade e glória!... Nunca sentirás solidão ...
Um beijo no teu "sofrido" coração
S L

Vivian disse...

...se viajastes pra dentro
de tí,
com certeza fizestes as
melhores viagens que há,
e nelas desvendamos todos
os segredos do SER!

bjs, alma linda!

OutrosEncantos disse...

beijos, abraços e flores, meu poeta viajante :)))

Chica disse...

Muito lindo,Profeta!uma semana maravilhosa, abraços,chica

Aline disse...

Suas palavras são doces e perfumadas!
Lindo amei te ler!

Amapola disse...

Bom dia, querido amigo Profeta.

Aqueles dois versos me trouxeram até aqui, e fiz uma viagem em todo o seu maravilhoso poema.

Muito obrigada pela honra da sua visita.

É... você é luz!

Um grande abraço.

Pedrasnuas disse...

Acredito que foram mais que 7,talvez 70 vezes 7 ...

"Esta minha alma navegante
Leme,velas, bússola partida
À deriva navego no tempo
Entre a chegada e uma incontida ida"

Beijo

Lúcio César disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Helen De Rose disse...

Lindo e misterioso poema. Se, contasse seu segredo, não o teria mais. Adorei a curiosidade que me despertou. Abraço fraterno daqui.

Coruja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
O Divã Dellas disse...

Prefeta, vim agradecer o comentário gentil que voce deixou no meu blog. Muitissimo obrigada.

Beijos,

Verônica

uma louca pela vida... disse...

Que lindo, obrigada pela visita ao meu blog!

rosa-branca disse...

Linda profecia querido amigo, mas não será a eterna viagem dos sentidos feita em cada dia que passa. Adorei. Beijos com carinho

Coruja disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gaivota disse...

sete viagens e só um segredo...
é sempre bom vir aqui ler os teus poemas!
enriquecemos um pouco mais a nossa alma com esses cheirinhos micaelenses...
beijinhos a todos

Vinicius.C disse...

Adorei o texto!!

Posso viajar, passar horas em lugares incriveis!

Eu gostei demais!!

Um bom dia!

Tatiana disse...

Havia perdido as pegadas que me traziam até aqui... Reencontrei o caminho e volto a apreciar!
Um abraço carinhoso

Elizabeth F. de Oliveira disse...

Que lindo, Profeta!

Quisera eu poder fazer sete viagens em segredo... certamente essas viagens foram para dentro de si.

beijo no coração

Sonia Pallone disse...

Poeta-Profeta, sua alma recita nesse espaço, e eu abrigo com amor o invisível perfumado das suas palavras...Bjs.

Sandra Botelho disse...

belissimo...Bjos achocolatados

Zélia disse...

"A beleza é um momento eterno
É o espelho de água onde se contempla o amor"

Adorei essa frase! É isso mesmo! Já disse o poeta,

"A beleza está nos olhos de quem vê".

Enquanto enxergarmos a beleza no outro, belo ele será.

Valeu a visita! :)

Mariana disse...

"A poesia é a arte de materializar sombras e de dar existência ao nada" - edmund Burke

Paula Figueiredo disse...

E o tesouro estava enterrado no seu jardim!

Poema lindo! Tocou fundo! Obrigada!

E vamos confiar na vida! ;)

ღPat.ღ disse...

Viagens assim são sempre um segredo do coração... obrigada por tuas palavras me meu blog, vieram em um momento especial e encheu meu coração.

Obrigada.
beijos.

C. disse...

Bom feriado
flores e luz

beijos ;)

apareça
sumido

Marcelo Duarte Palagano disse...

Lindo! Perfeito, emocionante e tocante!

★★ GIZA ★★ disse...

oi.
passando para avisar que meu blog death angel vai ser excluido. me segue no meu outro blog, o amor imortal.assim poderemos manter o contato.
beijos

Aquarela disse...

Domingo, 6 de Março de 2011














Um coração silencia-se
Na espera da alvorada do sentir,
Tempo de tinta permanente,
Contínua e excelsa força
Que nos esboça o existir.
Virei estátua num jardim á beira mar,
Senti a brisa num rosto imóvel
Oposto á força do devir.
De olhos postos no horizonte
Vivi cada olhar, cada barco que passava…
Efémeros segundos de um pouco de tudo
De uma viagem feita de quase nada.

Chellot disse...

E nestas viagens expalhaste sua poesia por todos os continentes e mares. Lindo! Beijos doces.