sábado, 9 de julho de 2011

CAVALEIRO DAS ONDAS


Este impaciente vento
Veio com uma aurora sombria
Um sorriso puro confirma a verdade
Há um rosto triste, há uma alma vazia…

Há uma culpa que se veste de pecado
Há um pecado que arrocha o coração
Há uma virtude perdida na loucura
Há uma flor caída no frio chão…

…E há o Mar
No reino de Neptuno está proibido o perdão
Como é sinuosa a viagem da paixão
Como é tonto às vezes o coração

Um tear morre sem uma mão
A culpa às vezes é vítima da ofensa inocente
A tua alma campo de batalha
Um palhaço nem sempre ri de contente

Senti o coração silencioso da terra
Senti a batida das ondas do mar
Senti a dureza das nuas pedras
Duvidei sete vezes da palavra amar

Quebrei as cadeias do pensamento
Aprisionei o Mar numa gota de sal azul
Vendi os sonhos aprisionados em minhas mãos
Sentei-me para contemplar um pássaro voando para sul

Nua, és azul como as colinas da ilha
Uma baía que acolhe o pranto
Um rio de todas as dores
Errantes são os pesares em céu de espanto

Pensar que cada pedra chegou aqui por si
Coroada pelas neblinas da manhã
Procuram-te as raízes, sobe a terra às tuas mãos
Boca que solta tremula a palavra vã

A beleza vai fugir para poente
A noite vai soltar mil sombras bisonhas
Entro no mar, de corpo e alma nua
Na cabeça ostento uma coroa de espuma, sou…O Cavaleiro das Ondas…

21 comentários:

SAM disse...

Querido Profeta,

Belíssimo poema com magia e uma melancolia profunda nos belos versos. A ilustração é lindíssima!


Beijos com carinho e bom domingo.

Maria Luisa Adães disse...

Profeta

Belo poema, feito de magia
e melancolia que te sai do peito.

Meu coração estremeceu
com tua poesia...

Queria fugir para ti
dar-te alento
na lentidão do tempo
quando vivemos
o tempo da magia.

E tudo se transforma
as colinas mudam a cor
e meus Sete Gatos
um feitiço os apanhou.

E eu
"quebrei as cadeias do pensamento"
e estou lutando...
"Na baia que acolhe o pranto"

Lindos e mágicos teus versos,
onde aparece o número Sete!

Cobertos de magia
apanhados no feitiço
lutam meus Sete gatos e eu,
na tua baia...

Estamos juntos no caminho e na luta

Maria Luísa

celina vasques disse...

Mais uma belíssima página de teus escritos fantásticos!
Toca-me na alma tudo que escreves
Todas as vezes que aqui venho sinto o perfume das palavras
Que vem com o vento do oceano
Que nos separa!
É maravilhoso o sentir de tua presença, obrigada
Por existires!
Um beijo terno!

Malu disse...

Se há um MAR, está tudo certo!!!
Estes poemas enchem os olhos de reflexões e o coração de afeto!
Abraços de PAZ...

Maria Dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Dias disse...

Eu sempre imagino daqui,você do alto vendo o mar é de lá que vem toda sua inspiração...
Ai você se senta na varanda de sua casa no fim do dia e escreve seus lindos poemas que falam deste lugar lindo e de toda natureza que avista daí.As vezes as plavras chegam aqui nas asas dos passaros que se chamam milhafres,em outras nos ventos que sopram forte ou mesmo carregadas pelas ondas que batem forte. Mas quando chega o inverno,você se tranca na sala de vidro que dá para o mar...Com certeza deve morar em um lindo lugar para se inspirar assim.
E para te acompanhar nestes momento de inspiração você toma um café,vinho ou wisk e fuma alguns cigarros...rs...

Maria Dias disse...

Ah na minha imaginaçao não é bem uma varanda assim, daquelas cobertas e coladas a casa,mas um espaço gramado com uma mesinha e cadeiras,com muro baixinho(quase um despenhadeiro)é deste lugar q escreve para nós.

Drisph disse...

No vasto sombrio da escuridão não se vê beleza
Não se vê feiúra... (Neutro)
A lágrima, despercebida...
Apenas escutam-se os pingos torpes caindo ao chão
Brotando tristeza
Decodificando o sentido - falta de... Luz...
Brota-se a luz!
A luz veio resplandecente
Pré-requisito; anti-solidão.
Clareou presumidamente, visão; premunição...
As futuras estradas da razão;
Pensadores do Iluminismo.
As trevas não se despediram... Permaneceram lá...
Da escolha, nasceu o livre arbítrio...
Quer-se o brilho dos corpos luminosos
E das nascentes solares?
Ou o divã da escuridão de sombras misteriosas?
De uma inspiração – nasceu Eva.
Com seus olhos estranhos
Suntuosa reflexão fora da realidade
Nasceu-se assim...
Com uma paixão móbida
Fomentada por solidão e busca
Pluralidade de estado...

Pervertida; anjo caído; desencaminhada por Yekun
Com as mãos cheias de tintas
Aprendeu a escrever na parede
Sujando a casa... Sujando o céu
Não tem bons modos!
Não se uniforma; traidora do idealismo.
Não nasceu para ser divina
Esbarrou na obsessão (subversão)
Co-autora do oitavo pecado capital... A paixão!

Retribuindo... Se é que consigo, estou aos pés de teus versos... lambendo-os como se pudesse usufruir até a última gota...
Como assim disse - ternos beijos!
Não suma!

Ana Kalil disse...

Olá poeta!
Gosto muito de poemas sombrios que misturam tantas palavras de liberdade como o mar,pássaro, voando...Linda melancolia de um mar azul...

Amar, amor...tb já muito duvidei desta palavra...

Beijos carinhosos
Ana

Claudinha ੴ disse...

Cavaleiro das ondas, que leva minhas tristezas e devolve minhas esperanças, nesta sinuosa viagem traz em si ou consigo mais sonhos... Lindo poema! Um beijo!

lua prateada disse...

Belo como sempre lindo profeta...
mas...há e haverá sempre...Há um rosto triste,uma alma vazia… em cada um de nós e em certos momentos de nossas vidas...
A saudade foi maior e voltei para visitar meus amigos...
Bjito prateado
SOL

Zi disse...

Sábias palavras, lindo poema.

Procuro a minha alma… onde está?
Procuro-a, pergunto se a viram…
Sinto-me vazia, carente de valor
A minha alma partiu…
Não a encontro nas vielas sombrias da vida
Mas o meu sopro continua aqui…

Está completa no blog eternamente-mulher.
Um abraço

valquiria disse...

Que belo é sentir o que escreves, obrigada.

...penso que todos esperamos pela sorte de ser feliz no que desejamos e sentimos.
♥*♥*♥**♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥* Não podemos acrescentar dias à nossa vida, mas podemos acrescentar vida aos nossos dias.
Cora Coralina
♥*♥*♥**♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

Evanir disse...

Hoje eu sei quem luta pode vencer,
Ousar é a melhor maneira de vencer
SE VOU VENCER SO DEUS SABE MAS DESISTIR NUNCA.
Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança
a mim interessa sómente o
futuro onde vou morar.
Sei que parada não posso ficar
nem ter medo do futuro chegar.
Não posso passar todo tempo murmurando
e desanimando meus amigos e amigas.
E sim passando coragem e dizendo
lute pela vida..Vale a Pena Viver..
Um lindo final de Domingo
beijos no coração ,,Evanir.
Morre a tristeza nasce a esperança.

MENSAGENS AO VENTO disse...

___________________________


...que beleza! Viajei nos seus versos...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

______________________________

Claire disse...

Olá querido, que bom te ler novamente. Por aqui as coisas andam cada vez melhor, heim?!:)
Andei meio parada mas reformulei o blog, dei um tempo no Cris Oliveira (http://cristiane-oliveira.blogspot.com) e comecei o Contos & Ficções: http://contoseficcoes.blogspot.com/ para ter mais liberdade de criação.
Te espero lá para conhecer a nova casa! Beijos!!

Claire disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
S L Sousa Mendes disse...

Há um rosto triste, há uma alma vazia…

"Há uma culpa que se veste de pecado
Há um pecado que arrocha o coração
Há uma virtude perdida na loucura
Há uma flor caída no frio chão…

..................................
sou…O Cavaleiro das Ondas…"

Solitário... Angustiado... Triste e amargurado, onde...

"Um tear morre sem uma mão
A culpa às vezes é vítima da ofensa inocente
A tua alma campo de batalha
Um palhaço nem sempre ri de contente"....

O Sussurrar do Corpo disse...

Um sussurro...

Lilá(s) disse...

Estes poemas são fantásticos!
Apesar da melancolia é lindo!
Bjs

helia disse...

Um Poema muito bonito com todo o encanto que se sente quando se ouve falar do Mar!