quarta-feira, 13 de julho de 2011

A ULTIMA PÁGINA


Sonhei com uma montanha solta da terra
Com pássaros cantando em desvario
Sonhei com um Mar bravio me engolindo
Com um barco naufragado na margem de um rio

Sonhei sonhando até de olhos abertos
É tão meu este lugar do sonhar
É tão imenso o caminho do pensamento
Moram lado a lado o ódio e o amar

Moro no Palácio da ilusão…
Não sou Antero, não sou vil ladrão
Sou um poeta menor
Sou pena rasgando a palma da mão

Sou, serei demiurgo de uma comédia de enganos
Actor largado para lá do proscénio
Uma peça que sei ninguém entende
Um simples sonhador disfarçado de génio

Um génio cheio de genica
De peito feito cheio de ilusão
De cartola e bengala já agora
Marcando passo cheio de paixão

Que nunca me falte esta força
Sempre desejei ser livre como as nuvens do céu
Uma noiva nem sempre é feliz
Uma lágrima nunca pára num alvo véu

E caminho entre o riso e a desventura
Deixo tatuado no frio barro a marca deste querer
Olhos que olham o vazio das almas
Olhos que não querem no olhar o ver

Nem sempre dou ouvidos à loucura
Li em tempos o imenso de Antígona
Fecho por hoje este livro sem palavras
Não quero chegar…À Ultima Página…

25 comentários:

Angel disse...

Quando se começa uma viagem com vontade jamais queremos que termine...eu agarro-me aos Sonhos são imensos e talvez infinitos...sempre muito bom ler-te..beijinhos

Aquarela disse...

O que diria a ultima página?...podemos sempre mudar o rumo da (nossa) história! Basta querermos muito!

Crista disse...

Como é bom passar por aqui...ler o que escreves e essa música????
Tudo de bom!!!
Obrigada por me visitar...estava precisando me sentir querida e importante...tu o conseguistes!!!!
Beijos,com carinho,
CristaCristalCristalina!

Reflexo d'Alma disse...

Interessante... faz tempo que aqui nao venho, quando chego
esses versos me leem...
"Com pássaros cantando em desvario
Sonhei com um Mar bravio me engolindo"

Saudades de tua presença em meus espaços de poesia...

Bjins entre sonhos e delírios

Pedrasnuas disse...

Profeta, a última página fica no fim...e falta tanto para te sentires assim...

Com profunda admiração

P.N.

Maria Dias disse...

...Sim muitas vezes sorrimos quando por dentro na muitas vezes escondemos a tristeza...Bonito seu poema(como sempre tocante)e quanto ao livro,podemos sempre adiar a última página.

Beijo

Maria

S L Sousa Mendes disse...

Para todos, em especial um Artista,a última página é a primeira de uma nova Obra!....

Vanessa disse...

Não quero que seja a última página...

O Sussurrar do Corpo disse...

Um sussurro

Natalia Smirnova disse...

Belíssimas palavras.

http://pagesoferasedtext.blogspot.com/

Maresia disse...

Fim? Início?
Beijinhos

celina vasques disse...

Te aplaudindo com louvor meu Profeta!
Belissimo!!!
beijos ternos!

SєиhσяiTα Fαbby* disse...

Oie
to passando para te desejar um otimo dia do homem(umpoucoatrazado)
e também te convidar para conferir meu post, sobre tal!
http://wwwparedescolloridas.blogspot.com/2011/07/e-para-o-dia-dos-homens.html
beijokas

Sandra disse...

Lindo e belo poema, Profeta.
A última pagina, não pode acabar. Pode além tudo continuar e recomeçar novas páginas.
Parabéns pelo texto..poema...

Ola tudo bem. Venho fazer uma visita. Como é bom rever os amigos.
Quero agradecer a sua companhia, sua visita e sua amizade.
" a melhor maneira de alimentar os nossos sentimentos e compartilhá-los com verdadeiros amigos".
Agradeço o seu carinho.
Ter VOCÊ como amigo e vistante do blog da Curiosa e dos demais mais blogs meus, é ter a certeza da conquista sincera dessa AMIZADE.
Por isso compartilho um lindo e belo final de semana, cheio de PAZ, SUCESSO E ALEGRIA.
Muito obrigada pelo seu CARINHO.
Carinhosamente,
Sandra

Raelynn disse...

Los sueños son eternos y unidos al pensamiento forman ese hermoso palacio de la ilusión...es precioso lo que has escrito profeta y junto a esa música es un placer para los sentidos.Que nunca se acabe esa última página por escribir...

Me ha gustado descubrir tu blog y poder seguirte.

Un Abrazo y un saludo cordial.

AFRICA EM POESIA disse...

Saudades muitas
Um beijo



AQUI E AGORA


Aqui...
A poesia...

Aqui...
A vida...

Aqui...
O Amor...

Mas...
Muitas vezes...

Aqui...
O desencanto...

Aqui...
A dor...

Aqui...
O choro...

E neste encanto...
E desencanto...

Aqui...
Com coisas boas...

Ou...
Com coisas más...

Aqui...
Sempre a certeza...

Que é muito bom...
Estar Aqui!...


LILI LARANJO

Dois Rios disse...

Livro: meu suor meu sangue
aqui te deixo no cimo da pátria
Meto a viola debaixo do braço
e viro a página. Adeus.
Manuel Alegre


Beijos,
Inês

Vieira Calado disse...

Olá, meu caro!

Deixe lá... um dia deste vai reabri-lo e então teremos outro belo poema seu!

Um abraço

Claudinha ੴ disse...

Esta viagem é mais um de seus sonhos que nos tocam a alma. Gosto imenso! Um beijo!

Giane disse...

Enquanto houver tanta paixão difícilmente escreverás a última página de tua infinita inspiração.

Beijos mil, Profeta!!!

Michelle Trindade disse...

Olá passeando pelos blogs encontrei o seu e gostei muito. Lindos poema vc escreve.. Adorei!
Abraços!

luar perdido disse...

Pergunto-me o que conteria a Ultima Página....
Com certeza um soneto de cores vibrantes, onde as ondas azuis inconfundiveis, os pompons imensos das hortensias e o cheiro humido e quente da terra se elevaria numa mestria impar; Um hino à vida, á terra, ao homem, ao amor, mas também à dor e à solidão.
Não escrevas a ultima pagina, e se algum dia a escreveres não lhe ponhas um ponto final para terminar a frase, coloca uma virgula, assim sei que continurá a jorrar desse coração a abundancia deste teu dom.
Beijo num fino raio de luar

gaivota disse...

a última página está muito longeeeeeeeeeeeeeee!
força, amigo, que temos que seguir o nosso caminho...
beijinhos

só mais alguém, disse...

Sonhei sonhando até de olhos abertos
É tão meu este lugar do sonhar
É tão imenso o caminho do pensamento
Moram lado a lado o ódio e o amar *-----------------*

Curiosa disse...

que belo ..
é melhor não chegar nunca à última página de nada ... viveremos mais felizes na ilusão ... bjo!