sábado, 26 de novembro de 2011

PIANO


Apetece-me escrever uma carta ao Mar
De repente senti que Deus se distraia
De repente a terra parou de rodar
De repente o Mundo parou no meio-dia

Nesta ilha caminhei num chão movediço
Fui embalado pelo grito constante de um sismo
Nesta terra viajada descansei o sonhar
Fiz tréguas à ternura, aprisionei o amar

Habituei-me às orações
Aos santos aprisionados ao altar
As velas que ardem ao fim do dia
São milagre e pecado, o encontro do me encontrar

Um dia alguém disse ser eu um milagre
Um dia descobri que via para lá dos olhos
Um dia toquei um fruto podre caído
Nasceram de imediato mil flores aos molhos

Fiz nascer lembranças envoltas em bonanças
Cortei os espinhos a uma roseira infeliz
Reguei com sal um canteiro de tontas mágoas
Gritei alto um chamamento que a alma quis

Limpei as rezas atiradas ao chão de uma Igreja
Vi uma bordadeira fazer nascer uma pomba branca
Vi uma alma perder-se na noite escura
Li um poema já lido de Florbela Espanca

Li na água os caminhos para um lago enfeitiçado
Merendei miolos de pão amassado em agonia
Segui ao alto o salto de uma criptoméria
Larguei a espada e o pincel ao fim do dia

Continuei pintando memórias de cor
Rasguei tudo o tinha emoção e dor
Adormeci já tarde no tempo
Sonhei que tinha sido abolido o amor

Voei neste sonhar num mar de pranto
Em espanto tracei uma batalha, um plano
Montei um cavalo feito de vento
Acordei entre duas notas de um…Piano…

28 comentários:

Maria disse...

Amigo poeta que as notas do piano toquem sempre lindas melodias de amor, pois sem amor a vida não tem sentido. Como eu adoro ler suas maravilhosas poesias.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Utilia Ferrão disse...

Amigo poeta

"Nesta terra viajada descansei o sonhar
Fiz tréguas à ternura, aprisionei o amar."
Que este piano nunca desafine as suas notas.
Que nem a chuva nem o vento destruam os sons da vida.
E que haja sempre a realidade de uma aurora.
Assim seja
Utilia Ferrão

OutrosEncantos disse...

perdi o jeito de escrever, poeta, mas não o de te ler.
ler-te, e ao som deste som, é magia :)
beijo, Profeta.

Maria Dias disse...

E nos sonhos podemos ser tudo q quisermos, mas chega uma hora q o calor do toque se faz necessário. "Dizem q os dedos sentem sabor..."

Um ótimo Domingo.

Maria

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

o poeta dessa vez se superou a poesia parece um belo sonho ao som de uma bela música!
parabéns!
bom dia
beijo

Ingrid disse...

tua melodia encanta a cada linha que leio Profeta..
é sempre ler,e reler,e reler....
beijos perfumados..

Carina Rocha disse...

Ola poeta =)

Obrigada pela sua passagem pelo meu simples blogue!

Relativamente ao seu blogue, gosto, e vou lê-lo mal possa com mais atenção!

Vou segui-lo para não perder "pitada" de nenhuma poesia sua!

Um excelente domingo!

Rosangela Neri disse...

Aplausos... sempre que leio imagino alguém recitando. Belíssimo!
Um domingo florado pra ti.
Bj

Célia disse...

Belo poema! Repleto do acontecer em nossas vidas em que romanceamos nossa existência! Linda a sua sensibilidade! Abraço, Célia.

Simone MartinS2 disse...

Bom dia e como no acorde do piano, notas em dó e ré, maior ou menor, nao importa, o que importa sao as batidas trazidas no som ecoado e trazido de dentro da alma...Bjin e fique bem!

Lindalva disse...

e falando em ilha a sereia voltou :) Olá amigo hoje venho te convidar para as brincadeiras BLOGUEIRO OCULTO e o MAGIA DO NATAL que estou lançando no salão azul da Ilha, o convite e o link se encontram lá ♥ ♥ ♥ beijos no coração.

ellen disse...

"Voei neste sonhar num mar de pranto..."

linnnnnndo :))

Beijinhos

Kinha disse...

Acordar entre duas notas de um piano com molhos de flores ao redor...

OutrosEncantos disse...

o teu piano, Poeta, deixou os acordes num sonar doce aqui, dentro do meu peito.
vim deixar-te um abraço carinhoso, Profeta.

Labirinto de Emoções disse...

Nas notas de um piano podem sair hinos de Amor e Esperança, que o vento espalhará sobre a Ilha...
Nas orações encontramos sempre o conforto dos dias cinzentos.
Mais um poema lindo!
Gosto de o leu, um beijo.

Ane disse...

Adoro vir aqui ler teus versos...

A Minha Vida... disse...

Os teus poemas fazem-me sonhar confesso.
Uma boa semana!

celina vasques disse...

"PIANISSSIMO


Mais uma vez
sentei-me ao piano
e dedilhei canções
como se escrevesse versos
de um poema!

Meu pensamento viaja
ao transcendental
como se todas as questões
da vida fossem divididas
em partes harmonicas nos
acordes das notas musicais.

Companheiro de longas jornadas
meu amigo fiel suavemente
- pianissimo -
responde a meus lamentos e ais
e entre melodias divinais
recolhe minhas lágrimas
que teimosamente pingaram
em suas teclas de marfim....



celina vasques "

MEU PROFETA QUE BOM LER-TE! APLAUSOS AOS TEUS MARAVILHOSOS POEMAS E PRINCIPALMENTE A ESTE "piano"!!!!

beijos ternos!

BlueShell disse...

Um dos melhores poemas que já escreveste.
E esta estrofe, especialmente:
"Continuei pintando memórias de cor
Rasguei tudo o tinha emoção e dor
Adormeci já tarde no tempo
Sonhei que tinha sido abolido o amor"------------------me tocou, me doeu...
Ai de nís se algum dia deixarmos de pintar "memórias"...se deixarmos "abolir o amor"!!!

Te admiro...
BShell

Luciana Mira disse...

Lindo sentimento em palavras. Deus nunca se destrai. BEijos!

Agulheta disse...

Olá amigo poeta! O sonho nunca deve ser abolido nem o amor,quando ele é sentido numa nota de um piano,fica mais lindo e florido.
Beijinho

Gi disse...

Obrigada pelo carinho no meu blog, simplismente encantador seu blog.
Beijos

Aquarela disse...

Quando escrevemos com a Alma o mundo pára...e o encontro com "o nos encontrar" fica mais próximo... vemos (sim) para lá dos olhos quando deixamos a alma chamar pelo que deseja, sem se aprisionar... sem se render!O segredo julgo ser mesmo sonhar sem plano... e ir vivendo entre as duas notas desse (enigmatico) piano!

abraço poeta!

Luana Gabriela disse...

Piano é uma alte, tocar é extraordinário. Abraços

Sonhadora disse...

Meu querido Poeta

Um embalo suave e intenso este poema...dedilhando as palavras em belas melodias.


Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

lua prateada disse...

Sempre lindo e incansável de te ler poeta...
Bjito meu

SOL

Alê disse...

Maravilhoso!


Palavras carregadas de saudades ao som nostálgico do piano: perfeito!

Tais ♥ disse...

Obrigada pelo lindo verso para deixar mais belo meu Blog!
Mas que delicia esse seu recanto em!!
Imagens magicas e versos encantados...
Vou voltar sempre com certeza e vc, me visite sempre tenho alguns amigos poetas por la...
Bjoos.
decorehouse